Excesso de açúcar no sangue: condição causa sérios impactos no organismo; como identificar sinais de alerta

O excesso de açúcar no sangue pode acarretar em sérias consequências no organismo.

PUBLICIDADE

Cuidar da saúde é essencial para manter o organismo funcionando da melhor forma possível. Adotar uma dieta rica em alimentos saudáveis, praticar atividade física e ter uma noite de sono tranquila são dicas importantes para uma boa saúde. Ingerir comida rica em açúcares e gorduras podem fazer muito mal ao corpo.

PUBLICIDADE

O excesso de açúcar no organismo pode desencadear graves consequências. A glicose, na forma de molécula de açúcar na circulação de sangue, integra uma parte importante ao corpo, sendo uma fonte essencial de energia. Ela atua ajudando a pessoa a ter disposição para fazer as atividades diárias.

Contudo, quando acontece de estar em excesso no organismo, o indivíduo pode acabar sofrendo graves complicações, como doenças cardíacas, diabetes e problemas renais. A glicose alta ou hiperglicemia acontece quando o açúcar está circulando em excesso no organismo. O problema faz com que o corpo não tenha insulina suficiente.

A insulina é o hormônio responsável por fazer o transporte da glicose pelo organismo. É importante frisar que esse desiquilíbrio pode ser tratado em muitas situações através da alimentação. A Doutora Bayo Curry-Winchell, médica de emergência, falou sobre a condição. “Muito açúcar no sangue por um longo período pode danificar os vasos sanguíneos responsáveis por levar sangue a órgãos como coração e rins. Nem todo mundo vai notar sinais dessa condição, mas há alguns sintomas sutis, como fadiga ou aumento de sede”, frisou a médica. Veja abaixo sinais indicativos de hiperglicemia (excesso de açúcar no sangue).

Cansaço

Conforme informação da especialista, o açúcar que está em excesso não é sinal de mais energia. Pelo contrário, o organismo não tem capacidade de usar a glicose excessiva em benefício próprio e o resultado é o cansaço extremo.

PUBLICIDADE

Aumento de micção e sede

Os rins não têm capacidade de conseguir filtrar o açúcar excessivo no sangue. Por esse motivo, eles tentam eliminar de qualquer maneira, especialmente pela urina. Na tentativa de fazer a reposição de líquido que está saindo, o corpo vai pedindo cada vez mais água.

Visão turva

Glicose elevada pode fazer com que os vasos de sangue atrás da retina aumentem a pressão, como consequência a visão embaçada. O problema pode ser temporário e acaba se resolvendo quando a quantidade de açúcar no sangue se estabiliza.

Formigamento e dormência

A hiperglicemia pode levar a problemas no sistema nervoso, provocando um problema chamado de neuropatia. A condição tem como característica formigamento e dormência que acomete dedos dos pés e mãos.