in

O que pode acontecer com o corpo ao parar de tomar anticoncepcional?

Saiba os possíveis sintomas que podem acontecer com o corpo quando a mulher para de tomar o anticoncepcional.

Canva Free

O anticoncepcional é amplamente utilizado por mulheres que não desejam ter filhos ou para tratamento de doenças, como endometriose e, em alguns casos, é indicado para a redução dos sintomas causados pela TPM. Ele pode ser administrado por comprimidos diários, com pausas para a menstruação ou com uso contínuo. E também pode ser tomado por injeções mensais ou trimestrais. Mas, o que acontece quando uma mulher decide parar de tomar o anticoncepcional em comprimido ou injeção para tentar engravidar?

Publicidade

Possíveis efeitos da interrupção do anticoncepcional

Quando a mulher decide parar de tomar o anticoncepcional, pílula ou injetável, a primeira coisa que ela precisa fazer é procurar um ginecologista, que irá orientá-la a respeito de como a interrupção deve ser feita. Apesar de cada mulher apresentar sintomas diferentes, existem algumas coisas que são mais comuns de acontecer.

Publicidade

Uma das coisas que pode acontecer é a oscilação de peso. Algumas mulheres podem perder peso com a interrupção do medicamento, porque o anticoncepcional costuma provocar a retenção de líquido, sendo assim, a mulher pode acabar emagrecendo. Em contrapartida, é importante prestar atenção à alimentação, pois a falta do remédio pode provocar mudanças de humor, aumento de apetite, indisposição e paladar suscetível aos doces; se a mulher não tomar cuidado pode acontecer o aumento de peso.

Publicidade

Gosta de música? Ouça clássicos das décadas de 70, 80 e 90 agora mesmo | CLIQUE AQUI

Publicidade

A menstruação pode ficar desregulada, pois o corpo precisará produzir os hormônios que o remédio já introduzia no corpo, sem esforço. Como essa adaptação dos ovários pode demorar a acontecer, a menstruação pode ficar desregulada. Caso pare o remédio e fique mais de dois meses sem menstruar – ou mesmo se a menstruação descer mais de 3 vezes no mesmo mês –  é preciso voltar ao seu ginecologista, para que ele te oriente sobre o que deve ser feito.

Publicidade

Pode acontecer o aumento das cólicas

As cólicas menstruais podem ser pioradas, pois a menstruação produzida naturalmente pode ser formada por um tecido mais denso e espesso, porque o corpo se prepara para a chegada do feto. Sendo assim, as cólicas, além do fluxo menstrual, podem ficar mais intensos, após a interrupção da pílula ou injeção contraceptiva. Peça ao seu médico que receite remédios que reduzam a dor da cólica.

O aumento de pelos e da libido também pode acontecer. O anticoncepcional limita a produção de um hormônio chamado testosterona, quando o remédio deixa de ser tomado, o hormônio volta a ser produzido, podendo causar o aumento de pelos no corpo, além de aumentar o desejo sexual.

Após a interrupção do uso, o corpo pode demorar até 12 meses para eliminar os efeitos do anticoncepcional, tudo vai depender remédio utilizado e da dose usada pela mulher. Mas, se a mulher quer engravidar e isso não acontecer após 12 ciclos, o ideal é que um especialista em fertilidade seja consultado, para fazer um tratamento médico específico e conseguir a tão sonhada gestação.

Publicidade

Escrito por Tati Jesus

Estudante, escritora e apaixonada pela verdade, tenho como meta levar a notícia de forma clara e real. Amo ler e percebo a cada dia que um mundo melhor se faz quando o conhecimento que adquirimos é colocado em prática.