in

Motorista da Uber some com salgadinhos e docinhos de casamento e dá prejuízo de R$ 2 mil; explicação irrita a cliente

O caso aconteceu em BH e resultou em um Boletim de Ocorrência, mas os noivos ficaram sem a encomenda.

Bhaz

Cada vez mais comum utilizar aplicativos de entrega no dia a dia. Uma empresária resolveu solicitar um Uber Flash para fazer a entrega dos seus produtos em um momento importante dos clientes, o casamento. Foram cerca de mil salgadinhos e 150 bem-casados feitos e entregues ao motorista de App. 

Publicidade

Mas o que aconteceu depois, ninguém previu. O motorista saiu com a encomenda e com o endereço do local da festa. Segundo a mulher, que solicitou a entrega, o local é super conhecido na região de Belo Horizonte, estrada sinalizada e de fácil localização, mas isso não foi o que o motorista alegou.

Como o prazo de entrega havia passado e os produtos não haviam chegado, ela entrou em contato com o homem para saber o que havia acontecido. No primeiro momento, ele alegou que havia deixado com uma mulher na portaria, mas quando ela disse que tinha câmera no local e ele não passou lá, ele desligou.

Publicidade

A mulher ficou nervosa, os noivos que estavam esperando os salgadinhos e os doces também, mas nada resolveu. Após um segundo contato com o motorista, ele informou que não encontrou o local e que a Uber o instruiu a se desfazer dos produtos. Vale lembrar que o valor máximo de uma mercadoria entregue nas corridas de Uber Flash é de R$ 500 – acima disso, é responsabilidade do cliente.

Publicidade

Gosta de música? Ouça clássicos das décadas de 70, 80 e 90 agora mesmo | CLIQUE AQUI

Publicidade

Sem poder ter seus produtos de volta, a empresária decidiu fazer um Boletim de Ocorrência e contar a história nas redes sociais. A Uber respondeu e disse que faria o estorno do valor da corrida, que foi R$ 74,91, mas que não era responsável pelo prejuízo de R$ 2 mil da encomenda.

Publicidade

Mas por que o entregador não entregou?

Após muitas buscas, a mulher conseguiu o número de telefone do motorista através da placa do carro. Em contato com ela, o motorista manteve a versão de que não encontrou o hotel que a mulher colocou como destino. 

Em áudio, ele disse: “Eu te mandei o print da corrida ai. Você resolve é com a Uber, não é comigo não. Tenho nada a ver com isso não. Fui no endereço certo. O próprio aplicativo mandou descartar a mercadoria. Isso você resolve é com o aplicativo, não é comigo não“. Ainda de acordo com o homem, ela não consumiu nenhum dos salgadinhos ou doces, disse que tudo estragou porque ele deixou no porta-malas.

Ele ainda a denunciou por comportamento agressivo, o que gerou uma notificação para ela no App.  O que gerou irritação na cliente após toda frustração da festa.

Publicidade

Escrito por Gabriele

.