in

Ultrassom morfológico: quando e porque esse exame dever ser feito na gravidez?

Esse exame deve ser feito pelo menos duas vezes durante a gravidez e é muito importante.

Pixabay Free

Durante a gestação, existem alguns cuidados que as gestantes precisam ter para que o bebê nasça saudável. É necessário que as gestantes passem a ter uma alimentação mais saudável e ingiram vitaminas e minerais, necessários para que os sistemas do bebê sejam formados.

Publicidade

Ultrassom morfológico

Mas, além desses cuidados é muito importante que o acompanhamento pré-natal  seja feito. Nesse acompanhamento são solicitados alguns exames, entre eles o ultrassom morfológico.

Publicidade

Durante os nove meses de gestação, é importante que esse exame seja realizado pelo menos duas vezes. Em cada exame, aspectos diferentes da formação do bebê são avaliados. O primeiro morfológico é realizada no primeiro trimestre e pode ser feito entre 10ª e 14ª semana de gravidez.

Publicidade

Gosta de música? Ouça clássicos das décadas de 70, 80 e 90 agora mesmo | CLIQUE AQUI

Publicidade

Nesse exame é avaliado a translucência nucal, que é a medida de um fluido que fica debaixo da pele da região do pescoço do bebê. Quando existem alterações cromossômicas no feto, além de doenças genéticas e cardiopatias congênitas, a medida desse fluido pode estar aumentada. Geralmente, é esse exame que verifica a existência da Síndrome de Down.

Publicidade

O rastreamento pela Translucência Nucal detecta 80% dos casos de Síndrome de Down. Outros marcadores que são avaliados são a frequência cardíaca fetal, dopplervelocimetria de ducto venoso, avaliação do fluxo da valva tricúspide e a presença de osso nasal.

A pré-eclâmpsia também é investigada

Também nesse exame é possível descobrir a existência da pré-eclâmpsia (pressão alta) na gestação. O rastreamento de alterações cromossômicas no bebê, assim como a existência de pressão alta serve para avaliar o risco da gestação ainda no primeiro trimestre.

No segundo trimestre o ultrassom morfológico deve ser feita entre a 20ª e a 24ª semana de gestação. Esse exame serve para complementar o primeiro exame, nele também são observados a visualização do osso nasal e a mensuração da prega nucal. Esses dois exames trabalham em conjunto para fornecer informações ao médico e a tranquilidade para as gestantes.

Esse procedimento é realizado na maioria das vezes por via abdominal, mas, dependendo do contexto o médico pode solicitar que o morfológico seja feito via transvaginal. Não é necessário nenhum preparo para o exame, além disso, a duração média do procedimento é de 30 a 40 minutos.

Publicidade

Escrito por Tati Jesus

Estudante, escritora e apaixonada pela verdade, tenho como meta levar a notícia de forma clara e real. Amo ler e percebo a cada dia que um mundo melhor se faz quando o conhecimento que adquirimos é colocado em prática.