in

Caso Layla: anticoncepcional pode causar AVC? Especialista explica que sim e diz quais são os fatores de risco

Uma jovem de apenas 19 anos morreu recentemente e família suspeita de relação com uso do anticoncepcional.

Reprodução UOL/EM

A morte de uma jovem de apenas 19 anos deixou a família desolada. Layla Monteiro faleceu no dia 11 de maio, em Inconfidentes, cidade que fica localizada na região Sul de Minas Gerais. A adolescente teve duas paradas cardíacas depois de ter sido diagnosticada com uma pneumonia. No entanto, os problemas de saúde da garota tiveram início no mês de setembro de 2021, quando a jovem sofreu uma trombose venosa cerebral.

Publicidade

A mãe da jovem relatou durante uma entrevista que os médicos suspeitam que a trombose tenha sido causada pelo uso de um tipo de anticoncepcional. Ela fazia uso da medicação aproximadamente há quatro anos. Dayse Priscila, mãe de Layla, relatou ainda que a filha não usava qualquer outro tipo de remédio.

A mãe disse que a adolescente se consultava no posto de saúde do município. Formada em agrimensura, Layla tinha o sonho de cursar engenharia civil. Ela ficou internada na UTI – Unidade de Terapia Intensiva por quatro meses. A jovem havia retornado para casa há três meses e recebia os cuidados dos familiares. A melhora era progressiva, mas a garota acabou sendo diagnosticada com pneumonia no começo do mês de maio.

Publicidade

Anticoncepcional pode levar a um AVC – Acidente Vascular Cerebral?

De acordo com Alessandra Jacob, que é imunologista, o anticoncepcional pode provocar trombose.  A especialista explicou: “pode ocorrer a trombose por uso de anticoncepcional, podendo levar a um AVC. E as sequelas, o fato da paciente ficar acamada, tem risco maior de pneumonias e morte infelizmente”, ressaltou a especialista.

Publicidade

Gosta de música? Ouça clássicos das décadas de 70, 80 e 90 agora mesmo | CLIQUE AQUI

Publicidade

Benilson Eustáquio, ginecologista, ressaltou que a bula da pílula anticoncepcional traz a informação alertando sobre o risco de trombose. Por esse motivo, ele não pode ser prescrito para pacientes com histórico familiar de trombose. Os principais fatores de risco para a condição são tabagismo, sedentarismo, obesidade, varizes e o histórico familiar.

Publicidade

A mãe da jovem fez questão de deixar claro que a filha não tinha nenhum desses fatores de risco que fosse conhecimento da família. No entanto, ela relatou que Layla começou a se queixar muito de dor de cabeça após ter iniciado o uso do anticoncepcional. Por isso, a família acredita que foi o medicamento que causou os problemas da adolescente.

Publicidade