in

Jovem sofre parada cardíaca e falece; família desconfia de anticoncepcional

A jovem enfrentava problemas de saúde ligados à trombose venosa cerebral.

Reprodução/ arquivo pessoal da família

A jovem Layla Monteiro de 19 anos faleceu na última quarta-feira, 11 de maio, após sofrer uma parada cardíaca, em decorrência de uma pneumonia. Layla era sonhadora e estava estudando para cursar engenharia civil na faculdade, infelizmente os planos da jovem foram abruptamente encerrados. Apesar de a causa da morte da jovem ter sido a pneumonia, a saúde dela já estava prejudicada depois que ela descobriu uma trombose venosa cerebral.

Publicidade

Ela enfrentava problemas de saúde desde setembro de 2021

Dayse Priscila Antunes Venâncio, mãe da jovem, afirmou que ela começou a ter problemas de saúde em setembro de 2021, quando foi diagnosticada com trombose venosa cerebral. Segundo dona Dayse, a suspeita dos médicos era que a trombose teria sido desencadeada pelo uso de anticoncepcional. Conforme a mãe da jovem, sua filha não usava nenhum outro medicamento.

Layla ficou internada na UTI do Hospital das Clínicas de Pouso Alegre por 4 longos meses, e após apresentar uma melhora expressiva foi encaminhada para casa. Tudo estava aparentemente bem, tanto que há cerca de um mês a jovem já havia feito a retirada da traqueostomia e da sonda para se alimentar.

Publicidade

Jovem tomava anticoncepcional desde os 15 anos

Infelizmente, no dia 6 de maio a jovem foi diagnosticada com pneumonia e precisou ser internada novamente. Na última quarta-feira ela sofreu várias paradas cardíacas e não resistiu. A família da jovem suspeita que todo o quadro de debilitação da saúde de Layla tenha sido ocasionada pelo uso do anticoncepcional, que ela utilizava desde os 15 anos.

Publicidade

Segundo especialistas na área existe sim, o risco desse medicamento provocar a trombose. “Pode ocorrer a trombose por uso de anticoncepcional, podendo levar a um AVC. E as sequelas, o fato da paciente ficar acamada, tem risco maior de pneumonias e morte infelizmente”, disse a imunologista Alessandra Jacob.

Publicidade

Publicidade

Escrito por Tati Jesus

Estudante, escritora e apaixonada pela verdade, tenho como meta levar a notícia de forma clara e real. Amo ler e percebo a cada dia que um mundo melhor se faz quando o conhecimento que adquirimos é colocado em prática.