in

As principais transferências negociadas por Mino Raiola

Fique por dentro das primeiras negociações e detalhes sobre o Mino Raiola

Fotografia: Noord-Hollands Archief / Fotoburo de Boer

Mino Raiola morreu no início do mês de maio do único jeito que ele sabia fazer as coisas: com barulho e com grande espaço na mídia. O empresário de futebolistas italiano, uma aposta certa no mercado de transferências europeu, desmentiu sua própria morte horas antes do inevitável final. Foi o último ato de uma personagem tão polêmica quanto fundamental para entender o cenário do futebol europeu dos últimos 20 anos.

Publicidade

As principais transferências negociadas por Mino Raiola explicam algumas tendências do mercado e também ajudaram a criar verdadeiras lendas. Nascido na Itália mas criado na Holanda, Raiola começou participando das milionárias transferências de talento holandés para a Série A nos anos 90.

As primeiras negociações de Mino Raiola

No momento em que os grandes jogadores alemães e da Holanda saiam constantemente para a Itália, Mino Raiola ajudou levando a Frank Rijkaard para o Milan, e, principalmente, a Dennis Bergkamp para o Inter Milão. O loiro atacante que não gostava de aviões foi a primeira negociação milionária de Raiola, por 80 milhões de reais em 1993.

Publicidade

Com o tempo, Mino Raiola aprendeu as nuances do seu ofício, trabalhando como tradutor e ajudante do veterano Rob Jansen, que dominava o mercado na Holanda – há apenas uma hora e meia de avião da República Tcheca, onde crescia o jovem talento Pavel Nedved. Raiola fez a transferência de Nedved para a Lazio por 217 milhões de reais e se estabeleceu como referência no mercado europeu.

Publicidade

A dupla Mino Raiola e Zlatan Ibrahimovic

Mas foi jovem sueco, estrangeiro como o próprio Mino Raiola, que levou o agente de esportes para outro patamar. A transferência de Zlatan Ibrahimovic do Ajax para a Juventus foi a primeira das quatro que Raiola fez com o atacante sueco em só 6 anos.

Publicidade

Logo, vieram as transferências para Inter Milão, Barcelona e Milan. Ainda chegaria mais um movimento para o Paris Saint Germain e a aventura de Ibrahimovic nos Estados Unidos. Todas com grandes salários e contratos inclusos.

Contando apenas essas negociações, Raiola movimentou acima de 800 milhões de reais no período de 2004 a 2012. Mas nem todas as apostas de Mino Raiola estavam certas. O empresário italiano quis repetir o sucesso de Ibrahimovic com Mario Balotelli. O atacante foi negociado por valores altíssimos, mas sua reputação era pior após cada time que desapontava.

A frustrada última grande jogada de Mino Raiola

A jogada de Mino Raiola foi melhor com Paul Pogba. Ele convenceu Pogba para sair do Manchester United com 19 anos e sem pagar transferência. Quatro anos depois, Pogba voltava ao United por 100 milhões de euros (526 milhões de reais). No total, Raiola tinha ganhado acima dos 1,5 bilhões de reais em comissões derivadas das transferências negociadas.

E, aos 54 anos, Mino Raiola se preparava para uma nova movimentação de impacto no mercado europeu. A previsível negociação de Erling Haaland por um valor próximo dos 150 milhões de euros ia reforçar a figura de Raiola como uma das referências no mundo do futebol (além de gerar uma grande comissão para os bolsos do italiano). Agora, será a brasileira Rafaela Pimenta a encarregada do negócio de Raiola.

Publicidade