in

Homem que se contaminou com bactéria para ganhar 7 mil dólares desabafa: ‘Doença mais brutal que tive’

O homem contou que ficou muito mal e chegou a pensar que iria morrer devido à forte diarreia.

Reprodução Hugogloss

Um homem de 26 anos de idade se contaminou de maneira proposital com uma bactéria chamada Shigella, que é responsável por provocar disenteria. No entanto, não foi algo aleatório, ele participou de um estudo que tem o objetivo de testar a eficiência de uma vacina contra a enfermidade.

Publicidade

A pesquisa foi realizada pela Universidade de Maryland, nos Estados Unidos. A experiência fez parte da pesquisa de fase II do imunizante. Jake Eberts usou o seu perfil nas redes sociais para expor mais detalhes sobre o estudo e tudo que precisou enfrentar por causa da doença. O americano relatou que ficou muito mal e chegou a pensar que poderia morrer por causa da intensa diarreia que teve por aproximadamente por 48 horas depois de ter ingerido o líquido contaminado.

Jake sofreu cólicas estomacais fortes, febre acima de 39 graus, diarreia com fezes e ainda ficou tão cansado que levantar qualquer membro era um esforço enorme. Durante a realização da pesquisa, o homem precisou ficar em um alojamento com outros participantes. A partir do momento que os sintomas da enfermidade começaram a surgir enfermeiras do hospital deram suporte.

Publicidade

O americano recebeu isotônicos que ajudaram a combater a desidratação. Também foi necessário o uso de antibióticos dias depois para o controle da infecção. O rapaz ficou recuperado plenamente após quatro dias. Jake Eberts foi infectado em um teste em que os participantes receberam uma vacina experimental ou placebo. Depois eles são expostos à bactéria. As pessoas que participaram do experimento receberam a quantia de 7 mil dólares.

Publicidade

O americano recebeu duas injeções com aproximadamente um mês de intervalo entre elas. Ele também ficou em isolamento por 11 dias. Eberts acredita que tenha tomado o placebo por ter desenvolvido uma enfermidade grave. “Essa foi a doença mais brutal que já estive, e eu queria morrer por seis horas. Não consigo imaginar como essa doença é aterrorizante para uma criança pequena”, desabafou o participante.

Publicidade

A doença provocada pela Shigella afeta aproximadamente 160 milhões de pessoas anualmente. A disenteria chega a causar cerca de 600 mil óbitos por desidratação. A contaminação ocorre por meio de água e alimentos infectados.

Publicidade

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.