in

Menina de apenas 3 anos é diagnosticada com demência; mãe está desolada: ‘Como a vida pode ser tão cruel’

Além da demência infantil, a criança sofre com outra enfermidade rara e precisa de tratamento para o resto da vida.

Reprodução Metrópoles

Algumas semanas depois de ter entrado correndo como dama de hora no casamento dos pais, a pequena Florence Swaffield, de três anos, começou a apresentar alguns sintomas preocupantes. A garota começou a ter dificuldade na alimentação e tudo que engolia acabava vomitando logo depois. Além disso, a criança estava dormindo quase 22 horas por dia.

Publicidade

A mãe contou que buscou ajuda médica diversas vezes, mas os profissionais não encontravam nenhum problema na menina. Florence foi tendo cada vez mais dificuldade com locomoção e acabou desaprendendo todas as palavras que já falava. Quando ela começou a frequentar a creche, os pais notaram que a menina era menor em comparação com às outras crianças da sua faixa etária.

Além disso, Florence tinha atraso cognitivo. Após meses buscando ajuda com vários profissionais, no mês de agosto de 2021, a criança teve o diagnóstico dado. Foi descoberto que ela sofria da doença de Batten, condição que é considerada rara pela medicina, sendo chamada de demência precoce.

Publicidade

A condição degenerativa é genética e a expectativa de vida para essas crianças é de 6 a 12 anos. A garota também sofre com a síndrome de Ververi-Brady, que provoca atraso na fala. A menina é a única no mundo diagnosticada com as duas doenças ao mesmo tempo.

Publicidade

Após a descoberta da enfermidade, a britânica começou a ter convulsões. “Eu não entendo como a vida pode ser tão cruel, e como isso poderia acontecer com a nossa família”, desabafou a mãe da pequena durante uma entrevista ao portal de notícias The Sun. A cada duas semanas a pequena paciente recebe uma enzima que faz pare do tratamento.

Publicidade

Ela vai necessitar da medicação a vida toda. Infelizmente, a enfermidade não tem cura. Os familiares estão fazendo uma ‘vaquinha’ na internet para poder angariar fundos para ajudar no tratamento da criança.

Publicidade