in

Falecimento de filho de Cristiano Ronaldo e Georgina: médicos apontam riscos no parto e gestação de gêmeos

Especialistas explicam complicações em gestações de gêmeos após falecimento do filho de Cristiano Ronaldo e Georgina.

Reprodução/Instagram

Nesta última segunda-feira (18), Cristiano Ronaldo e sua esposa, Georgina Rodríguez, anunciaram que um dos filhos gêmeos que eles estavam esperando, faleceu no momento do parto. Ainda não ficaram claras as circunstâncias que levaram ao óbito, uma vez que eles não divulgaram detalhes do parto.

Publicidade

Mesmo com essa falta de informações do caso, foi reacendida discussões sobre o parto e a gestação de gêmeos. Em meio a tanta repercussão, o portal de notícias do G1 ouviu especialistas que ressaltam que uma gravidez desse tipo deve ser considerada de “alto risco” e que exige atenção redobrada, tanto para as mães, quanto para os bebês.

Falece filho de Cristiano Ronaldo e Georgina Rodríguez

Após o falecimento de um dos filhos do casal, especialistas explicaram os riscos da gestação de gêmeos. Fabia Vilarino, especialista em reprodução humana, explicou que as principais complicações acontecem durante a gravidez, sendo um deles o parto prematuro, muito comum nesses casos.

Publicidade

Além disso, outras complicações podem acometer as mamães. Aumento de pressão arterial e riscos de diabetes gestacional, também surgem em mulheres que estão com gestação gemelar. “Em algumas situações de gemelidade a mãe precisa ficar internada no hospital sob observação. É uma gestação que exige muitos cuidados”, afirmou a médica durante a entrevista.

Publicidade

Gosta de música? Ouça clássicos das décadas de 70, 80 e 90 agora mesmo | CLIQUE AQUI

Publicidade

Especialistas explicam risco na gravidez de gêmeos

Outro especialista ouvido pelo portal foi o obstetra Paulo Martin Nowak. Ele ressalta que o risco da gravidez de gêmeos pode ser associado com o tipo de gestação. Isso está relacionado ao número de placentas. Quando cada bebê está em uma placenta, os riscos são muito menores do que quando eles dividem um mesmo órgão placentário.

Publicidade

Riscos no parto da gestação de gêmeos

A ginecologista Fabia Vilarino explica sobre os riscos do momento do parto. “O segundo gêmeo sempre tem um risco maior. Por isso ele deve nascer logo”, falou a especialista. Os médicos ressaltam que a experiência da equipe médica é fundamental, somente eles podem avaliar o tipo de parto necessário, seja cesáreo ou normal, uma vez que esse segundo pode apresentar riscos maiores. Sendo assim, sempre procure informações sobre a equipe médica que esteja acompanhando o pré-natal.

Publicidade

Escrito por Nado C.

Sou formado em Sistemas de Informação com pós-graduação em Gerenciamento de Projetos em T.I. Além de atuar como programador há 10 anos, trabalho também como redator há cerca de 4 anos, o que fez despertar uma nova paixão e hoje também sou graduado em Letras - Português e Inglês. Escrevo sobre tudo o que envolve o mundo do entretenimento, além de falar sobre esportes e as principais notícias do dia a dia. Pode entrar em contato comigo através do e-mail nado_news@hotmail.com .