in

Cheiro estranho? Especialista fala sobre 5 odores no corpo que necessitam de atenção

Os cheiros do corpo podem ser constrangedores para uma pessoa em muitas situações.

Reprodução Ne10

A maioria das pessoas gosta de estar perfumada e exalando um cheiro agradável por onde passa. Contudo, é importante ressaltar que cada pessoa tem o seu odor próprio natural. Esses cheiros são resultados de uma combinação de substâncias liberadas por secreções do corpo. Isso acontece por meio da pele e também do hálito do indivíduo.

Publicidade

No entanto, quando esses odores acabam se tornando algo forte e desagradável, os cheiros exalados podem ser indícios de que a pessoa está com algum problema de saúde. O médico Marcos Pontes abordou o assunto e fez algumas observações importantes sobre o tema.

“A gente acaba se acostumando com o odor e não percebe quando está forte. Geralmente são as pessoas ao redor que percebem quando eles se tornam mais desagradáveis. Tudo o que está fora do padrão deve ser investigado com uma avaliação”, ressalta o profissional. Esse artigo vai elencar cinco cheiros que precisam ser observados.

Publicidade

Mau cheiro no ouvido

A cera de ouvido de forma excessiva pode acabar provocando um odor desagradável e forte. Isso ocorre devido ao processo de decomposição e à proliferação de bactérias que podem surgir no local. É importante manter a higienização das orelhas durante o banho.

Publicidade

Odor de peixe

Um cheiro parecido com o de peixe vindo da região íntima feminina pode ser sinal de vaginose bacteriana. Esse tipo de infecção acontece quando existe uma redução da quantidade de bactérias boas na região, provocando a alteração no pH do local. Isso pode favorecer o crescimento de outras bactérias, especialmente a Gardnerella. A condição pode ter outros sintomas, como queimação, intensa coceira e desconforto ao urinar.

Publicidade

Cecê

A condição chamada de bromidrose é conhecida pelas pessoas como cecê, sendo um cheiro nada agradável que aparece nas axilas. Essa é uma região do corpo que sofre com maior transpiração e também tem uma quantidade grande de bactérias que acabam se proliferando e causando o mau odor.

A melhor forma de tratar a condição é fazer uma boa higienização da região, reduzindo a umidade para ficar menos favorável a proliferação de bactérias.

Chulé

É uma bromidrose que acomete os pés devido ao suor excessivo que pode surgir na região pelas glândulas apócrinas. Isso favorece a proliferação de microrganismos levando ao mau odor.

Mau hálito

Para quem não sabe, a boca é o local do corpo que é mais contaminado, segundo informação do médico. Bactérias que se acumulam na região provocam o mau hálito, pois elas se reproduzem produzindo gases que não são exalados. O uso regular do fio dental antes de escovar os dentes ajuda a evitar a proliferação desses microrganismos.

Publicidade