in

Polícia é chamada após vizinhos ouvirem gritos de mulher e verdade é descoberta: ‘me tire daqui!’

Um grupo de policiais chegou na casa de um homem para verificar a queixa de gritos de mulher.

Reprodução/YouTube/@PBCountySheriff

A polícia é avisada, na maioria das vezes, quando acontece alguma atividade suspeita. Foi o que aconteceu em uma rua na Flórida, Estados Unidos. Uma família ficou horrorizada ao escutar a voz do que parecia ser uma mulher gritando por socorro. O som vinha da casa de seu vizinho e eles não hesitaram em chamar as autoridades.

Publicidade

Vizinhos denunciaram gritos de mulher vindo da casa ao lado

Através de uma câmera de vídeo é possível ver quando um grupo de policiais chega até a casa indicada. O vizinho estava na garagem do imóvel fazendo alguns reparos em seu automóvel e logo que visualizou a chegada dos policiais, levantou-se para saber o que estava acontecendo.

O homem parecia calmo e quando ouviu o que os policiais queriam, soltou um sorriso desconfiado. Para esclarecer a situação o homem logo se ofereceu para trazer aos policiais o motivo de tamanha confusão.

Publicidade

Enquanto os homens da lei ficaram do lado de fora do imóvel ele entrou e trouxe consigo um papagaio da Amazônia. O animal era o responsável por tamanha baderna. Segundo o homem, o pássaro estava com ele há 40 anos. Eles cresceram juntos e quando era criança ensinou o bicho falante a pedir socorro, apenas para irritar seus pais.

Publicidade

 

O papagaio pedia por socorro

O que ele não imaginava é que algum dia esse ensinamento traria para ele problemas com a polícia. Rambo, como o papagaio foi batizado, é muito falante e vez ou outra soltava gritos com pedido de socorro: “Me deixe sair! Ohhh! Ohhh! Ohhh!”

Publicidade

Os policiais ficaram satisfeitos com a explicação do homem e foram embora. E o papagaio ganhou seus 15 minutos de fama. O homem também explicou em uma entrevista posterior que fez questão de apresentar o animal para seus vizinhos, para que qualquer grito fosse esclarecido.

Publicidade

Escrito por Tati Jesus

Estudante, escritora e apaixonada pela verdade, tenho como meta levar a notícia de forma clara e real. Amo ler e percebo a cada dia que um mundo melhor se faz quando o conhecimento que adquirimos é colocado em prática.