in

Um ano após o falecimento do pai, filha acha carta escrita por ele perdida em disco dos Beatles que foi vendido

A jovem conseguiu cumprir o desejo do pai e leu a carta no dia que completou 15 anos; ela ainda revelou detalhes do conteúdo da carta.

Divulgação/ Metrópoles | Divulgação/ Site Barra

Karlo Schneider, fã da banda The Beatles, escreveu uma carta para filha, antes mesmo dela vir ao mundo, para ela ler quando fizesse 15 anos. Durante a pandemia, Schneider começou a ter problemas financeiros e teve que se desfazer de uma parte de sua coleção de discos de vinil. Ele acabou vendendo um dos discos que continha a carta para a sua filha Bárbara e, infelizmente, não conseguiu recuperar, pois logo em seguida foi infectado pelo coronavírus e acabou falecendo.

Publicidade

Após o falecimento de Karlo, a família se mobilizou nas redes sociais para tentar achar a carta que ele havia escrito para a filha. Bárbara, que tinha 14 anos quando o pai faleceu, tentou de todas as formas conseguir o último presente deixado pelo pai.

Em entrevista para o G1, a jovem disse que seu pai nunca tinha falado sobre a existência da carta e que só ficou sabendo depois que ele faleceu. Ela ainda disse que sabia que reencontraria antes de completar 15 anos.

Publicidade

Após tanta procura, o comprador dos discos devolveu a carta no fim do ano passado. Além da carta de Karlo, o homem achou duas cartas de um amigo de Schneider. Com os textos, o comprador não identificado também devolveu o disco Imagine, de John Lennon. Apesar disso, a jovem quis esperar completar 15 anos para satisfazer o desejo do pai, que queria que ela lesse somente na data do aniversário.

Publicidade

Emocionada, Bárbara relatou que sentiu a presença do pai e que parecia que ele estava lendo a carta para ela. “As perguntas que ele fez na carta foram como se ele estivesse viajando, voltasse para cá e quisesse saber como eu estava”, revelou a potiguar.

Publicidade

Na carta, Karlo conta detalhes sobre si para a filha, pergunta se ela já fez uma viagem internacional e faz outros questionamentos sobre a vida pessoal de Bárbara. “Ele diz que não tinha ideia das coisas que iriam acontecer durante todos esses anos, mas ele falou que me ama, que ama a minha mãe”, relatou a jovem.

Por fim, Bárbara disse que ficou muito contente ao receber a carta do pai e disse que ficou feliz por ter “conversado” pela última vez com ele.

Publicidade