in

Dicas valiosas para ter sucesso em um parto natural

Confira dicas para fazer na reta final da gravidez e realizar o sonho de ter um parto normal.

Pixabay free

Quando a gravidez é descoberta, uma das principais preocupações da maioria das mulheres é como será o parto. Existem duas vias de parto, a cesárea, sendo a retirada do bebê por cirurgia; e o parto natural ou normal, que é o nascimento pelo canal vaginal da mulher.

Publicidade

O parto natural é uma incógnita para todas as mamães de primeira viagem. Estudos comprovam que essa via de parto é extremamente benéfica para a mãe e o bebê, porque a recuperação da mulher no pós-parto é facilitada e, para o bebê, decidir a hora de nascer representa estar com toda a sua formação completa antes do trabalho de parto.

Apesar de o parto normal ter sido desencorajado ao longo dos anos, com relatos de mulheres que passaram por horas dolorosas e, em alguns casos, ter acontecido a assustadora episiotomia (corte na musculatura entre a vagina e o ânus), essa via de parto é muito recomendada por especialistas e órgãos de saúde de todo mundo – quando bebê e mãe não correm risco de vida.

Publicidade

Para tentar ajudar as gestantes que sonham com o parto normal, seguem algumas dicas para serem seguidas na reta final da gestação, para te auxiliar na dilatação do colo do útero e te dar um parto mais tranquilo, sem a necessidade de intervenções.

Publicidade

Dicas para ajudar no parto natural

Publicidade

A primeira dica é namorar bastante. Então aproveite o final da gravidez e tenha relações regulares com seu parceiro, pois, além de te relaxar, vai te ajudar a dilatar. Outro benefício é que o sêmen produz uma substância que ajuda a afinar a camada do colo do útero, o que favorece o trabalho de parto.

Coma tâmaras nas 4 semanas anteriores a sua DPP (Data Prevista para o Parto). Um estudo realizado pela Universidade de Ciência e Tecnologia da Jordânia comprovou que mulheres que consumiram 6 tâmaras por dia durante esse período chegaram ao hospital com uma dilatação maior do que mulheres que não ingeriram a fruta. Além disso, o índice de aplicação de indução por medicamento foi bem menor em mulheres que comeram a fruta, em relação às mulheres que não consumiram.

Consuma alimentos quentes! Comidas apimentadas e com canela podem te ajudar a entrar em trabalho de parto, apesar de não ter nenhuma comprovação científica quanto a isso, muitas mulheres relataram que o consumo desses alimentos nas últimas semanas de gestação promoveu um trabalho de parto mais rápido.

Faça caminhadas! Com 39 semanas de gestação a barriga, geralmente, pesa e fica mais difícil fazer certas atividades, mas é muito importante que as caminhadas sejam cotidianas, para que o parto natural seja tranquilo. Médicos afirmam que atividades físicas ajudam o bebê a pressionar a cabeça no colo do útero, isso ajuda a mulher a colocar a criança para fora com mais facilidade. Também pode ser adotado pelas mamães dar uma boa faxina na casa, pois, além de ocupar a mente e o corpo, vão conseguir liberar endorfina, que ajuda a relaxar.

Massagens são importantes aliadas nesse momento. Então peça ao seu parceiro que realize movimentos circulares com uma bola de tênis em suas costas. Esse carinho, além de te ajudar a relaxar para encarar o parto, promove uma sensação de ligação entre você e seu companheiro(a), fazendo com que se sinta parte desse momento tão especial. Utilize óleos essenciais para a realização da massagem.

Esteja ao lado de quem te deixa segura! Isso mesmo, o acolhimento e a sensação de segurança podem te ajudar no trabalho de parto, então escolha estar perto de quem te deixa bem. A boa companhia ajuda a liberar endorfina, que pode garantir uma dilatação mais rápida. Escolha dar à luz em um lugar em que você confie, pois, estando em um lugar que você sente medo, ao invés de liberar endorfina, você acabará liberando adrenalina e isso dificultará o trabalho de parto normal.

Publicidade

Escrito por Tati Jesus

Estudante, escritora e apaixonada pela verdade, tenho como meta levar a notícia de forma clara e real. Amo ler e percebo a cada dia que um mundo melhor se faz quando o conhecimento que adquirimos é colocado em prática.