in

Mulher fica com o bumbum deformado após injeção e perde emprego da pior forma possível

Mulher conta que sentiu dores na região depois de ter tomado uma injeção que ocasionou inchaço.

Reprodução: beboopai - Freepik / G1

Uma mulher de 38 anos ficou com a região esquerda do glúteo deformada depois de tomar uma injeção. A medicação foi administrada em um pronto-socorro de Santos, litoral do estado de São Paulo. Durante uma entrevista ao portal G1, Bruna França Sobral se diz abalada e indignada.

Publicidade

A mulher trabalhava como cuidadora de idosos e procurou a UPA por sentir falta de ar no dia 7 de janeiro deste ano. Bruna contou que ficou com medo de estar com Covid, mas no atendimento não constou febre, sendo diagnosticada pela primeira vez com asma. O médico que a atendeu receitou uma injeção com corticoide.

A paciente relatou que sentiu ardência no glúteo depois da aplicação da injeção. Antes disso, ela até alertou à enfermeira que estava administrando em um local muito baixo. Em seguida, recebeu uma resposta ríspida da profissional de saúde, que lhe perguntou se ela mesmo queria aplicar a injeção.

Publicidade

Bruna contou que voltou para casa e, no dia seguinte, sentiu fortes dores que aumentavam cada vez mais. O glúteo ficou inchado e a cada minuto estava ficando cada vez mais vermelho. Ao voltar na unidade de saúde, o médico receitou uma injeção de benzetacil, que não adiantou nada, chegando até a criar pus no local da primeira aplicação.

Publicidade

Depois de não aguentar mais de dor e de ficar com febre, Bruna procurou atendimento particular. Foi solicitada a coleta de exame de sangue e ela precisou ser internada para tratar da patologia. A médica que a atendeu disse que ela estava com uma infecção grave. Por não ter dinheiro para continuar o tratamento, recebeu alta para terminar de se curar em casa.

Publicidade

Ela contou que o lado esquerdo do glúteo está deformado, todo amassado e com uma grande cicatriz. Por fim, ela disse que perdeu o emprego por não conseguir trabalhar e que isso é injusto, criticando o sistema de saúde pública do país.

Publicidade

Escrito por Nado C.

Sou formado em Sistemas de Informação com pós-graduação em Gerenciamento de Projetos em T.I. Além de atuar como programador há 10 anos, trabalho também como redator há cerca de 4 anos, o que fez despertar uma nova paixão e hoje também sou graduado em Letras - Português e Inglês. Escrevo sobre tudo o que envolve o mundo do entretenimento, além de falar sobre esportes e as principais notícias do dia a dia. Pode entrar em contato comigo através do e-mail nado_news@hotmail.com .