in

Remédio para hipertensão que pode causar câncer será retirado de circulação

Um medicamento comum, de marca famosa, para o tratamento de hipertensão será retirado do mercado.

Uol

A hipertensão arterial é uma doença que afeta cerca de 38,1 milhões de brasileiros. Essa doença se caracteriza pela elevação da pressão arterial. Se não controlada, com uso de medicamentos, essa enfermidade pode levar à morte. Existem vários remédios utilizados para tratar o problema, mas uma farmacêutica decidiu retirar seus medicamentos da farmácia pelo risco de desenvolvimento de câncer nos pacientes.

Publicidade

Remédio para hipertensão pode causar câncer

No último dia 3 de março a farmacêutica Sanofi Medley divulgou que recolherá todos os lotes de um medicamento da marca Medley, utilizado para o tratamento de hipertensão, pois ficou comprovado que esse remédio pode causar prejuízos a saúde dos pacientes.

Segundo informações, o remédio losartana potássica da marca Medley teria impurezas mutagênicas. Esse composto, a longo prazo pode provocar o desenvolvimento de câncer nos pacientes que consumirem o medicamento por longos períodos.

Publicidade

A losartana potássica da marca será retirada do mercado

A losartana potássica funciona como um bloqueador dos receptores de angiotensina e é extremamente funcional no tratamento de hipertensão, além disso, esse medicamento também pode ser indicado para proteção dos rins em pacientes com diabetes do tipo 2, insuficiência cardíaca e proteinúria.

Publicidade

As medicações que serão retiradas do mercado de farmacêutico são: losartana potássica + hidroclorotiazida 50 mg + 12,5 mg, losartana potássica + hidroclorotiazida 100 mg + 25 mg, Losartana potássica 50 mg e losartana potássica 100 mg.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Tati Jesus

Estudante, escritora e apaixonada pela verdade, tenho como meta levar a notícia de forma clara e real. Amo ler e percebo a cada dia que um mundo melhor se faz quando o conhecimento que adquirimos é colocado em prática.