in

Estes são os alimentos que aumentam a inflamação no organismo

O importante é manter uma dieta equilibrada e praticar exercícios físicos regularmente para ter uma boa saúde.

Reprodução MSN/UOL/Montagem

A relação entre os alimentos consumidos e a inflamação passou a ser conhecida recentemente. De acordo com o especialista no assunto, o médico endocrinologista Márcio Mancini, a qualidade da dieta e a quantidade ingerida pela pessoa acabam influenciando o aparecimento de inflamações no organismo.

Publicidade

Afinal de contas, o que é essa inflamação que os profissionais da área da saúde estão falando sempre? Trata-se na verdade de um processo que geralmente serve como defesa do corpo a agentes que são considerados inimigos, porém o excesso pode acabar desencadeando vários problemas de saúde, especialmente os metabólicos (diabetes e doenças cardiovasculares).

A relação entre a inflamação e a comida ganhou tanta notoriedade que foi criada uma maneira para estabelecer o fator inflamatório de cada alimento. Contudo, vale ressaltar que existem ressalvas quanto ao método com objetivo de prevenir doenças.

Publicidade

No entanto, as pessoas não devem riscar esses alimentos definitivamente. O importante é ter uma dieta equilibrada, algo que infelizmente muitas pessoas não tem e acabam ingerindo a comida em excesso. Veja abaixo alguns alimentos que estão associados com o aumento de inflamações.

Publicidade

Carne vermelha

O consumo exagerado de carne vermelha pode provocar malefícios ao organismo. O alimento é rico em aminoácidos que quando ingerido em excesso pode fazer o fígado produzir uma substância que causa inflamação nas artérias. Além disso, tem alto teor de gordura saturada, especialmente nos cortes mais gordurosos.

Publicidade

Produtos industrializados

Alimentos ultraprocessados como bolacha recheada e sorvetes industrializados, por exemplo, tem uma fama ruim devido à presença de gorduras trans em sua composição. No rótulo, elas são identificadas como parcialmente hidrogenada ou gordura vegetal hidrogenada. Vale frisar que o consumo desse tipo de gordura não deve passar a quantidade de 2 gramas ao dia.

Doces

Os doces em geral precisam de uma atenção especial, pois a grande preocupação é o alto teor de açúcar. A falta de fibras acaba tornando a absorção rápida, sendo liberado de uma vez no sangue. Isso provoca um processo inflamatório dentro das células, relacionado também à resistência a insulina.  É importante frisar que açúcar em excesso também não faz bem ao intestino.

Publicidade