in

4 tipos de fungos que provocam infecção na pele e como proceder para evitar contaminação

Coceira e até mesmo dor em alguns casos, conheça alguns fungos causadores de infecção na pele.

Reprodução Melhor com Saúde

Manter um bom cuidado com a pele é algo extremamente importante, pois ela é a camada protetora do nosso organismo. Qualquer dano sofrido por fungo ou outro tipo de situação acaba sendo visível. Isso acaba comprometendo a imagem e conforto pessoal do indivíduo. Por isso, é necessário buscar se proteger dos fungos da pele.

Publicidade

É importante saber identificar quando uma infecção causada por fungo precisa de atenção profissional para evitar complicações. Os fungos que provocam enfermidade na pele são compostos por vários tipos de organismos. Alguns podem provocar infecções, como a micose, por exemplo.

Conheça algumas infecções de pele mais comuns que podem ocasionar coceira, manchas e até mesmo dor.

Publicidade

Micose

É uma infecção que se origina em ambientes quentes e úmidos. A incidência é maior em regiões tropicais e subtropicais. A multiplicação desses organismos ocorre em espaços fechados ou com pouca ventilação. O crescimento geralmente ocorre em tecidos que contém queratina como cabelo, unhas e a camada externa da pele.

Publicidade

Gosta de música? Ouça clássicos das décadas de 70, 80 e 90 agora mesmo | CLIQUE AQUI

Publicidade

Cândida

É uma infecção que acontece quando os anticorpos do organismo não é capaz de defender contra o ataque desses fungos. Pode ser provocada especialmente quando as defesas do organismo estão em baixa ou se pessoa estiver fazendo uso de antibiótico.

Publicidade

Fungo nas unhas

A região pode ser acometida por fungos, sendo conhecido popularmente como micose de unha. A infecção também pode ser provocada por outros tipos de microrganismos que afetam a pele, como bolores e leveduras.

Pitiríase versicolor

É uma infecção por fungos, sendo o agente causador uma levedura chamada Malassezia furfur. É encontrada na pele normalmente, pois faz parte da flora, porém pode se tornar um problema em determinadas situações. Esse fungo produz uma substância que impede que o corpo produza melanina.

A melhor forma de se proteger dos fungos na pele é evitar o contato direto com objetos ou outras pessoas infectadas.

Publicidade