in

Mulher diz que engravidou sozinha em banheira de hotel: é possível engravidar dessa forma?

O homem quer receber uma indenização do estabelecimento para reparação dos danos psicológicos da esposa.

foto: Orient-Express/Divulgação

Mulher diz ao marido que engravidou ao entrar em banheira de um hotel de luxo. A história ganhou repercussão nas redes sociais deixando as pessoas curiosas sobre o fato. O homem procurou uma advogada para poder entrar com uma ação judicial contra o estabelecimento pedindo indenização pelos danos psicológicos a esposa e também para arcar com os custos de criação da criança.

Publicidade

De acordo com a ciência, é possível realmente uma mulher engravidar dessa forma?

Conforme a explicação da médica Mariana Maldonado, ginecologista, esse tipo de situação não acontece, pois os espermatozoides não sobrevivem na água. A mesma coisa vale para os lençóis. Para que o óvulo seja fecundado, é preciso que os espermatozoides seja inserido de forma direta na vagina.

Entenda o caso

Um homem resolveu procurar a Justiça para entrar com processo contra um hotel luxuoso no Rio de Janeiro. O motivo é que a esposa teria supostamente engravidado sozinha após usar a banheira de hidromassagem do estabelecimento. O fato teria ocorrido enquanto o esposo viajava a trabalho pela Europa. O homem passou seis meses fora e quando voltou para casa encontrou a mulher grávida.

Publicidade

A justificativa da mulher é que ela teria ido a um hotel com a irmã e teria ficado a maior parte do tempo na banheira. Para dar início ao processo judicial, o casal buscou ajuda de uma advogada Lu Lage, que compartilhou o vídeo nas redes sociais falando sobre o caso.

Publicidade

Gosta de música? Ouça clássicos das décadas de 70, 80 e 90 agora mesmo | CLIQUE AQUI

Publicidade

“Esse senhor quer que eu ajuíze uma ação para processar um hotel cinco estrelas no Rio, alegando que ele ficou fora de casa seis meses, a trabalho na Europa, e quando voltou para casa a esposa está grávida. Ele muito bravo, tirou satisfação”, explicou a defensora. A mulher teria alegado que a única coisa diferente que havia feito era ter entrado várias vezes na banheira de hidromassagem.

Publicidade

O objetivo do marido é receber uma indenização do estabelecimento como reparação dos danos psicológicos da mulher. Ele ainda quer que o hotel arque com todos os custos da criança, já que teria sido uma falta de responsabilidade do local não esterilizar a banheira.

Já em um segundo encontro com o casal, a advogada conversou separadamente com cada um e a mulher acabou dando outra versão para os fatos. De acordo com a advogada, ela relatou que teria sofrido abuso, mas ficou com receio de contar a verdade ao marido porque a história da banheira seria menos doloroso.

Ao ser questionada se fez o boletim de ocorrência, ela falou que não procurou a polícia, pois estava envergonhada. “Mas ela disse que quer tirar o filho, porque o rapaz é negro, ela é loira e o marido é branco também”, contou a defensora sobre as justificativas da cliente. Quando o marido soube dos fatos chorou muito, mas frisou que por ele ficaria com a criança, apesar de a mulher não querer de jeito nenhum.

Publicidade

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.