in

Por ciúmes, jovem obriga namorado a passar o turno de 12 horas de trabalho em chamada de vídeo com ela

Ela conta que tomou tal atitude pelo fato de não confiar nas mulher que o rodeiam.

Tiktok Nela

Qual seu nível de ciúmes? Essa é uma pergunta que pode ser difícil para alguns, pois nem todos sabem ao certo até que ponto são capazes de chegar para tentar proteger o relacionamento com a pessoa amada.

Publicidade

Recentemente, uma jovem, identificada apenas como Nela, virou assunto nas redes sociais depois de comentar com seus seguidores através de uma gravação no Tiktok uma situação com seu namorado. 

A jovem contou que obrigou o rapaz, de nome não revelado na história, a fazer uma longa chamada de vídeo durante o expediente de trabalho dele, que dura 12 horas seguidas em um armazém da Amazon.

Publicidade

Segundo a tiktoker, a situação não ocorreu uma única vez. Sempre que é dia do namorado passar o turno no local de trabalho, ela faz com que eles fiquem no FaceTime por todo o período que está trabalhando.

Publicidade

Gosta de música? Ouça clássicos das décadas de 70, 80 e 90 agora mesmo | CLIQUE AQUI

Publicidade

Através do vídeo, Nela escreveu na legenda o motivo de tomar tal atitude drástica diante do namorado. A tiktoker conta que não tem a ver com falta de confiança do amado, mas sim nas pessoas que o rodeiam.

Publicidade

Meu namorado precisa me ligar no Facetime durante todo o turno de 12 horas. NÃO PORQUE não confio nele, mas porque não confio em mulheres.”, disse a jovem, que não demorou muito para viralizar na rede social.

O vídeo recebeu mais de seis milhões de visualizações desde sua publicação. E é claro que uma enorme quantidade de pessoas comentou na gravação criticando a jovem por seu comportamento: “Se você não pode confiar em seu homem para lidar com mulheres, você tem um problema“, disse um internauta. Enquanto outro disse que a jovem seria insegura.

Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.