in

Em caso raro, mulher é diagnosticada com gravidez ectópica e descobre bebê crescendo em seu fígado

O caso foi divulgado na rede social TikTok e acabou viralizando entre os internautas.

Reprodução Crescer

Os especialistas do National Center for Biotechnology Information se depararam com um caso que eles classificaram como sendo excepcionalmente raro. Uma mulher de 33 anos começou a apresentar um quadro de sangramento fora do ciclo menstrual. Ao procurar ajuda médica ficou constatado que um bebê estava se desenvolvendo fora do útero. Essa situação é conhecida como gestação ectópica.

Publicidade

A gravidez ectópica acontece quando a criança se desenvolve fora do útero. No caso da mulher, o bebê estava se desenvolvendo no fígado. A ultrassonografia feita pela paciente mostrou que a criança estava no órgão. Quem realizou o exame foi o médico Michael Narvey, que é canadense.

A ultrassonografia foi exibida pelo especialista por meio da rede social TikTok. O médico contou que imaginou que já tivesse visto de tudo, mas se deparou com o caso raro. O profissional contou que costuma ver essa situação no abdômen, mas no fígado nunca tinha visto.

Publicidade

“Achei que já tivesse visto de tudo – uma mulher de 33 anos chega com história de sangramento menstrual há 14 dias e 49 dias desde seu último período menstrual. O que eles encontram no fígado é o seguinte: um bebê. Ela teve uma gravidez ectópica no fígado”, relatou o médico no vídeo que teve mais de três milhões de acessos em apenas dois dias de postagem.

Publicidade

Segundo a informação do portal de notícias The Sun, os cirurgiões que atuaram no caso conseguiram realizar o procedimento para poder salvar a vida da mulher, porém não houve a possibilidade de preservar a vida do feto que estava em crescimento. Detalhes sobre a identidade da mulher e quando a ultrassonografia foi realizada também não foram divulgados.

Publicidade

Gestação ectópica

Esse tipo de gestação acontece quando o óvulo acaba sendo fertilizado fora do útero. Geralmente, ele acaba se implantando nas trompas, porém pode ocorrer nos ovários ou algum outro órgão da pelve. É algo preocupante e precisa ser diagnosticado o mais rápido possível para que a vida da mãe seja preservada.

Publicidade

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.