in

Estudante com deficiência faz festa de aniversário, e ninguém aparece: ‘Chorei, mas refiz a maquiagem’

A jovem que é estudante de Arquitetura resolveu celebrar o aniversário, mas nenhum dos amigos apareceu.

Reprodução G1

A jovem Maria Clara Monteiro Almeida decidiu compartilhar seu aniversário com os amigos. Para isso, ela resolveu fazer uma festinha para celebrar os seus 26 anos de vida. A festa de aniversário de Maria Clara foi marcada para acontecer neste último domingo, 12 de dezembro. Ela convidou 15 amigos para estarem com ela em sua residência, que fica no bairro chamado Ouro Preto, localizado na região da Pampulha, em Belo Horizonte. O que a jovem não imaginava era que ninguém iria aparecer para o seu niver.

Publicidade

A aniversariante caprichou para poder receber os seus convidados. A mesa estava linda e tinha bolo, refrigerante e salgadinhos, além de tudo, ela caprichou na maquiagem para ficar bem bonita. Estudante de Arquitetura, Maria Clara fez um desabafo emocionante nas redes sociais ao falar sobre o ‘bolo’ que recebeu dos amigos. A postagem repercutiu na web e já contava com mais de 40 mil reações.

A estudante disse que convidou 15 amigos da época do colégio e também da faculdade. A jovem explicou que somente uma amiga havia dito que não teria como ir. Já os outros sequer deram uma satisfação. “Fiquei triste, chorei, cochilei, refiz a maquiagem, fiquei com minha família e depois cantamos parabéns”, relatou durante uma entrevista concedida ao portal de notícias G1.

Publicidade

Publicidade

Gosta de música? Ouça clássicos das décadas de 70, 80 e 90 agora mesmo | CLIQUE AQUI

Publicidade

A estudante contou ainda que a falta dos amigos serviu para que pudesse refletir sobre as amizades de verdade e para poder ter consciência de quem está na luta com ela. A jovem nasceu com uma deficiência na perna e usa as redes sociais para poder falar sobre capacitismo.

Publicidade

Por fim, ela explicou que ficou muito triste, mas não surpresa. A estudante de Arquitetura explicou que tem abordado muito a questão do capacitismo e percebeu que muitos amigos não eram tão receptivos. Bem-humorada, Maria Clara brincou com a situação, dizendo que sobraram docinhos e bolo para a semana toda.

Publicidade

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.