in

Mulher enganada por vendedor compra ‘mini porco’ e hoje animal pesa 250 quilos

Lilica foi comprada com a promessa de que não cresceria e hoje come 5 quilos de comida por dia.

Arquivo pessoal Rosângela Martins

Moradora de Peruíbe, litoral de São Paulo, Rosângela Martins dos Santos de Lara, de 50 anos, comprou um porquinho de estimação. O vendedor prometeu a ela que o animal não cresceria. O problema é que o “mini porco” cresceu, e cresceu muito.

Publicidade

Comprada há três anos, Lilica chegou à casa de Rosângela com a promessa de que não ficaria muito maior do que estava. A mulher conta que Lilica era o menor filhote que tinha. Mas o tempo se encarregou de mostrar o contrário. A porquinha cresceu bastante. Atualmente, a princesa Lilica pesa impressionantes 250 quilos distribuídos por 1,60m.

Lilica é criada como animal de estimação. Ela dorme no quarto de Rosângela e o marido com ventilador virado em sua direção para se refrescar. No bairro Ribamar, em Peruíbe, Lilica é atração, mas divide opiniões. Tem quem ache estranho Rosângela criar a porca dentro de casa, como um cachorro ou gato.

Publicidade

Rosângela já recebeu proposta para vender Lilica

Publicidade

Rosângela diz que Lilica é mais adestrada do que os cães da família porque faz as necessidades no local certo e consegue voltar sozinha de seus passeios. Rosângela também disse ao G1 que já ofereceram R$ 1.500 por Lilica. O objetivo do comprador era matar a porca e comer a carne.

Publicidade

“Minha porquinha não está à venda”, disse Rosângela para o comprador.  A alimentação de Lilica inclui legumes, frutas e ração. São cinco quilos de comida todos os dias. É assim que Lilica mantém a forma. Rosângela não processou o vendedor que a enganou e hoje tem muito amor pela porquinha de estimação.

Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!