in

Mulher aprende a ler e a escrever aos 47 anos com ajuda de policial e agora tem um sonho

Dona Maria emocionou a todos ao receber bilhete da policial e ler o que estava escrito.

Divulgação: PRF

Maria do Socorro Alves, de 47 anos, trabalha prestando serviços gerais em uma unidade operacional da Polícia Rodoviária, em Ceilândia, no Distrito Federal. Pela manhã, é dona Maria quem recepciona os funcionários que chegam para o trabalho com um delicioso café da manhã.

Publicidade

Uma das policiais que trabalham no local é Patrícia Dumont. O caminho das duas se entrelaçaram quando Patrícia descobriu que dona Maria não sabia ler, nem escrever. Ela e seus colegas queriam mudar a história de dona Maria e procuraram uma escola onde ela pudesse estudar.

Devido à pandemia do coronavírus, não havia vagas nas escolas da região. O que fazer diante disso? Aguardar? Não. Patrícia assumiu a responsabilidade e decidiu alfabetizar dona Maria. As aulas foram ministradas nos momentos de intervalo para almoço ou após o horário de trabalho da policial.

Publicidade

Publicidade

A assessoria da Polícia Rodoviária Federal informou ao site Razões para Acreditar que a alfabetização de Maria foi feita em tempo recorde. Ela iniciou do básico e houve evolução na aprendizagem percebida por todos. Um dos momentos mais marcantes aconteceu logo depois.

Publicidade

Patrícia deixou um bilhete para Maria. A funcionária pegou o bilhete e leu, para alegria e emoção de todos que participaram desse processo. A PRF informou que dona Maria também aprendeu noções básicas de matemática.

A auxiliar de serviços gerais agora tem um sonho: ser contadora. Patrícia e todos da corporação a encorajam a seguir, evoluir e não desistir de seus sonhos. Sem dúvida, uma história inspiradora.

Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!