in

Trombofilia: o que é, causas, sintomas, e tratamento da condição que fez o filho de Whindersson nascer prematuro

Entenda o que é a doença que fez com que o filho do humorista nascesse antes do tempo.

Oliberal/TuaSaude

Maria Lina, a ex-noiva do humorista e influenciador digital Windersson Nunes, quebrou o silêncio e falou sobre o motivo que levou ao nascimento prematuro do filho João Miguel. A criança nasceu com apenas 22 semanas de gestação, extremamente prematuro, e apesar de todos os esforços da equipe médica o pequeno não sobreviveu.

Publicidade

Whindersson Nunes e Maria Lina ficaram juntos por quase um ano, chegando a ficar noivos, porém pouco tempo depois da morte do filho, o casal se separou. Desde a fatalidade, eles evitam falar com detalhes sobre a perda de João Miguel e o público não tinha conhecimento sobre o que realmente havia acontecido. Durante uma entrevista concedida por Maria Lina, ela contou que descobriu ter uma condição chamada trombofilia.

O problema pode provocar parto prematuro e aborto. Infelizmente, a maioria das mulheres descobre a condição após passar por uma ou mais perdas.

Publicidade

O que é trombofilia

É uma condição em que o indivíduo tem predisposição para formação de coágulos sanguíneos, elevando o risco de problemas graves como AVC, embolia pulmonar e trombose venosa. Pessoas que tem o problema costumam apresentar inchaço no corpo, sensação de falta de ar e inflamação nas pernas.

Publicidade

Sintomas

A trombofilia eleva as chances da formação de trombose no sangue. Por esse motivo alguns sintomas podem surgir no caso de uma complicação. No caso de trombose venosa a pessoa pode ficar com as pernas vermelhas, quentes e inflamadas. Já se for uma embolia pulmonar, o indivíduo pode apresentar dificuldade respiratória e falta de ar. Se for um AVC, há perda repentina da fala, movimentos ou visão.

Publicidade

Também pode ocorrer a trombose no cordão umbilical ou placenta. Os sinais são parto prematuro, abortos repetidos e complicação na gestação, como eclâmpsia. A verdade é que muitas pessoas sequer sabem que tem a condição.

Causas da trombofilia

Podem ser adquiridas em pacientes grávidas ou que estão no puerpério, obesos, quem tem varizes, sofreu fratura em ossos, portadores de cardiopatias, diabéticos, hipertensos, quem possui colesterol alto e quem faz uso de alguns remédios, como anticoncepcionais ou reposição hormonal. Já algumas pessoas podem ter o problema por causas hereditárias.

Tratamento

O tratamento deve ser feito com cuidado para evitar que ocorra a trombose. Portanto, é preciso evitar ficar muito tempo parado durante viagens, e também controlar fatores de risco como diabetes, pressão e colesterol altos. Em algumas situações específicas o médico vai fazer o tratamento usando anticoagulantes. Já nas gestantes, o tratamento é realizado com anticoagulante injetável.

Publicidade

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.