in

O que pai desse menino fez para que filho pudesse ir à escola está emocionando muita gente

Pai de menino de 5 anos teceu mochila para que filho pudesse ir à escola.

Facebook Sophous Suon

O que um pai é capaz de fazer para que seu filho possa ir à escola? Uma história que responde de forma satisfatória a este questionamento aconteceu fora do país. Mais especificamente no Camboja, país asiático. A história tornou-se pública após ser contada pela professora Sophous Suon.

Publicidade

A jovem tornou-se professora em uma escola do país que recebe crianças de baixa renda. A realidade difícil fez com que um pai improvisasse para que o filho tivesse condições de estudar. Ny Keng tinha apenas cinco anos e não contava com material escolar.

O pai do menino não tinha dinheiro para comprar uma mochila para que Ny Keng pudesse colocar seus pertences dentro. Diante da realidade difícil, o homem usou o que estava a seu alcance e criou uma linda peça artesanal para o filho. Para criar a mochila, o homem usou fibra de palmeira.

Publicidade

Publicidade

A história de Ny Keng viralizou graças à professora Sophous Suon e o menino ganhou uma mochila de presente. Na imagem abaixo, a professora aparece entregando à mochila ao menino. O doador do presente tão essencial ao garoto não foi revelado.

Publicidade

Além da mochila, pessoas deram a ideia de o pai de Ny Keng trabalhar como artesão, vendendo as peças que criar. No Camboja, uma mochila pode custar cerca de R$ 20, mas muitas famílias não têm condições financeiras de comprarem o objeto.

Apesar de parecer algo distante para quem tem uma vida razoavelmente boa, esta é a realidade de muitas crianças, inclusive no Brasil, onde há regiões muitos pobres e que a ida para a escola, por si só, já é uma grande vitória. 

Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!