in

Bebê cai em piscina e é salva após irmão de 5 anos pedir ajuda; dicas para evitar esse tipo de acidente

A criança foi socorrida rapidamente por causa do irmão mais velho que viu o afogamento pelas câmeras de segurança.

G1

Uma mãe viveu momentos de pânico com o filho de um ano e quatro meses. A criança se afogou e a situação não foi pior porque o irmãozinho de cinco anos viu tudo pelas câmeras. Ao se deparar com as imagens, a criança chamou o pai para socorrer a irmã que estava se afogando na piscina.

Publicidade

A mãe resolveu compartilhar as imagens nas redes sociais como alerta para outros pais. “A gente percebe que ele [irmão] chamou pelas imagens da câmera. O pai acabou pegando no sono e ele gritou: ‘papai, papai, a Bella’. Foram oito segundos. Foi muito rápido. A vida da gente pode acabar em segundos”, desabafou Karlla Lohara Araujo Sousa, de 28 anos, mãe da bebezinha.

O intuito era alerta os riscos para evitar que esse tipo de acidente aconteça com outras crianças, mas a mulher acabou sendo muito criticada na internet. O caso ocorreu no dia 12 de setembro, na cidade de Matrinchã, que fica localizada a 250 km de Goiânia. Contudo, a mulher somente divulgou o que aconteceu dias depois.

Publicidade

É possível perceber nas imagens que o pai da garotinha, Cleyton Alves Pintos, de 38 anos, leva o maior susto e fica sem reação após ter agido rapidamente e resgatado a filha na piscina. Ela pega a menina levanta e assopra o rostinho. Ele explicou que o susto foi muito grande e que ficou em choque com a situação.

Publicidade

A mãe da pequena Bella Araújo, a bebê que caiu na piscina, falou sobre a repercussão do caso na internet. Segundo Karlla, a intenção era alertar o perigo em relação as crianças com piscina, mas foi muito criticada por alguns internautas. Inclusive, ela contou que teve pessoas que desejaram a morte da menina para que os pais tivessem sido presos.

Publicidade

Ela também disse que como o seu perfil na web é pequeno não imaginava que teria uma repercussão tão grande. A postagem teve mais de 600 mil visualizações e milhares de comentários. Acidentes domésticos tiram a vida de muitas crianças todos os anos. Veja abaixo algumas dicas para evitar afogamento em crianças.

  1. Jamais deixe a criança sozinha, especialmente se estiver próximo de água;
  2. Explicar as crianças que não se deve correr, pular, empurrar outros coleguinhas perto de represas, poços, piscinas ou lagos;
  3. É importante estar em atenção constante, mesmo com banheiras e piscinas plásticas;
  4. Os brinquedos dos pequenos devem ficar do lado de fora da piscina; e
  5. Mantenha bacias e baldes com água fora do alcance dos pequenos.

Esses são alguns cuidados simples que podem evitar esse tipo de acidente. No entanto, caso aconteça é importante acionar imediatamente o Corpo de Bombeiros.

Publicidade

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.