in

Fim do mistério: conheça de uma vez por todas a real função dessas bolas laranjadas nos fios de energia

Alvo da curiosidade de crianças e adultos, as bolas laranjadas possuem uma função de extrema importância.

Quora/Portal Aprendendo Elétrica/Montagem: Higor Mendes

Quando somos crianças, temos, por natureza, curiosidade sobre tudo que nos cerca, resultando em inúmeras dúvidas que circulam por nossas cabeças a respeito da função de algumas coisas estranhas.

Publicidade

Até então, um dos maiores mistérios da humanidade envolve as bolas laranjadas presas ao longo da fiação elétrica. O objeto é alvo da curiosidade de crianças e até mesmo de adultos que, em algum momento da vida, certamente já levantaram hipóteses acerca da real função dessa esfera misteriosa.

No entanto, esse mistério chega ao fim agora. Aquelas grandes bolas laranjadas presas aos fios da rede elétrica nada mais são do que esferas de sinalização diurna. Os fios de alta tensão são responsáveis por guiar a energia elétrica até as linhas secundárias que, por sua vez, levam a energia até as residências e as indústrias. Por conta disso, se torna fundamental a presença dessas bolas.

Publicidade

Sem elas, a rede estaria completamente vulnerável, isso porquê, geralmente, as torres são muito altas, oferecendo risco às aeronaves que possam estar realizando voos na região durante o dia. Principalmente helicópteros.

Publicidade

As esferas, então, servem para que o piloto perceba que naquele local passam fios elétricos, uma vez que sem elas seria praticamente impossível notar a presença dos mesmos de dentro de uma aeronave em pleno voo.

Publicidade

Outro detalhe importante é que a eficiência das esferas só se dá durante o dia, uma vez que as mesmas não possuem qualquer dispositivo ou material que lhe proporcione luz no escuro. Durante a noite, as aeronaves são alertadas sobre a presença de fios elétricos por meio de um equipamento que capta a energia solar durante o dia e emite flashes de luz durante a noite.

Publicidade

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.