in

Humilde padeiro supera humilhação, dá a volta por cima e terá uma casa nova para morar

Padeiro venezuelano foi humilhado por não saber falar bem o português, mas deu a volta por cima.

Reprodução Razões para Acreditar

Rony, de 45 anos, veio para o Brasil com a família no final do ano passado. Com a Venezuela vivendo grave crise econômica, este homem deixou seu país de origem para tentar a vida em outro lugar. Desempregado, ele montou uma barraca para vender frutas e verduras.

Publicidade

Rony é padeiro de profissão, mas não conseguiu emprego na sua área no Brasil. Como vendedor, ele foi humilhado por um cliente no começo do ano. A pessoa pediu espigas de milho, o venezuelano se confundiu e recebeu uma resposta. “Entender, ele não entende, mas contar dinheiro dos outros sabe”, disse o cliente.

A história de vida de seu Rony foi contada pelo Razões para Acreditar e a vida dele foi transformada. Correndo o risco de ser despejado por não ter dinheiro para o aluguel, Rony e sua família estavam desesperados. Foi iniciada uma vaquinha para arrecadar dinheiro para esta família.

Publicidade

A meta era alcançar um valor que desse para pagar o aluguel por um ano e ajudar seu Rony a montar um negócio para vender pães. A arrecadação foi além. Com mais de R$ 60 arrecadados, foi possível comprar uma casa para a família.

Publicidade

Agora, Rony, esposa e filhos vão recomeçar a vida no Brasil, tendo uma casa nova e o padeiro terá a oportunidade de trabalhar na sua área – e sem patrão. Ele ganhou equipamentos para começar a fazer e vender os seus pães.

Publicidade

As vidas de Rony e de sua família mudaram graças a colaboração de centenas de pessoas que se dispuseram a ajudar. Tudo começou com uma mulher chamada Gabriela Castro, que fez amizade com seu Rony e percebeu o quanto ele era especial.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!