in

Mulher pede divórcio após não aguentar mais o marido inventando palavras: ‘Dei boa noite, ele disse bagayaya’

Segundo o relato da mulher, o marido teria cerca de quarenta palavras em seu vocabulário próprio.

ADFAS

Uma mulher usou o Reddit para fazer um desabafo acerca das razões que estariam levando seu casamento ao fim. Publicado no dia 20 de setembro deste ano, o relato da conta de que a mulher estaria colocando um fim no relacionamento por não aguentar mais a mania de seu marido de inventar palavras.

Publicidade

A mulher contou ainda que seu companheiro sempre apresentou esse tipo de comportamento, porém, a situação teria piorado bastante nos últimos 18 meses antes da publicação.

“Ele sempre foi um pouco pateta, dando seus próprios nomes às coisas e fazendo impressões. Há cerca de 18 meses começou a aumentar muito. Agora é uma presença constante em nossas vidas e estou achando difícil conviver com ela”, descreveu ela.

Publicidade

A usuária relatou ainda que seu esposo chegou a ter cerca de quarenta palavras próprias, inventadas por ele, para seu uso nas situações do dia-a-dia. Segundo ela, a palavra ‘skuppers’ seria o equivalente ao sim de seu esposo, enquanto a expressão ‘bing’ equivaleria ao não.

Publicidade

Além disso, a mulher ainda detalhou uma ocasião em que o casal foi para a cama, ela então desejou boa noite ao seu marido e obteve como resposta um ‘bagayaya’ com a voz modificada.

Publicidade

“Eu disse ‘boa noite’ e ele disse ‘bagayaya’ com a voz estridente que ele sempre faz”, disse ela, acrescentando que questionou porque ele não poderia simplesmente falar normalmente com ela, ao que ele respondeu rindo, se aproximando do seu rosto de falando de novo o ‘bagayaya’.

A mulher explica que sua decisão pelo divórcio se deu por conta da preocupação com o desenvolvimento de seus filhos, tendo em vista que o pai das crianças tem o costume de falar com os pequenos utilizando seu vocabulário e, na visão dela, isso poderia afetar o desenvolvimento dos mesmos.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.