in

Na Itália, casas estão sendo vendidas a R$ 6; como comprar a sua

Cerca de 60 residências foram postas à venda na região da Sicília, na Itália. As regras de aquisição foram divulgadas.

Reprodução Exame/Westend61/Getty Images

Enquanto muita gente está sonhando com a casa própria para finalmente se livrar do aluguel, o município de Calatafimi-Segesta, em Trapani, na Itália anunciou que está vendendo 59 casas pelo valor simbólico de 1 Euro, o equivalente a R$ 6. 

Publicidade

A informação gera muita curiosidade por a área ser muito bem localizada e a região é conhecida pela sua beleza. A ideia da prefeitura é revitalizar o local.

O comissário extraordinário da cidade afirma que essa medida ousada está visando iniciar um processo econômico para movimentação da economia do país. Na análise dele, o setor da construção e do artesanato serão responsáveis por movimentar o setor econômico dentro de alguns anos.

Publicidade

As condições para fechar o negócio

As casas são oferecidas aos novos moradores com a condição de que os novos donos se comprometam a fazer reformas, restaurações, além de se manter na residência por certo tempo e de se comprometerem com os custos de documentação.

Publicidade

Existem normas sérias para que o imóvel seja bem cuidado. No caso de construções muito degradadas, existe a necessidade de as obras de reparo serem concluídas em até três anos a partir da emissão da licença. 

Publicidade

Quem não cumpre o combinado paga uma multa e precisa devolver a casa para a prefeitura. Os detalhes foram divulgados no site da prefeitura do município e os interessados devem entrar em contato até o final de outubro.

Veja alguns dos imóveis à venda no vídeo abaixo

Vale lembrar que esta não é a única a fazer isso. Outras regiões como Toscana, Sardenha, Puglia e Lombardia realizam um processo parecido desde o ano de 2014. A iniciativa é conhecida como “Case a un Euro”.

Países como França, Espanha e Portugal também adotaram a ideia.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Matheus Feitosa

Escrevo sobre TV, famosos e entretenimento desde 2011.

A atenção nos detalhes é o que nos faz prosperar.