in

Mulher encontra morador de rua idoso que foi atropelado e transforma sua vida: ‘Ela acreditou em mim’

Homem não podia mais andar e sofria muitas dores nas ruas, até que seu anjo da guarda apareceu e mudou sua vida para sempre.

Coolcloud

Essa é uma daquelas histórias que nos fazem ter esperança em dias melhores. John Lochlan viveu nas ruas por anos e sobreviver ao frio, fome, indiferença e maldade gratuita de estranhos fez com que ele começasse a perder a fé nas pessoas e se tornasse um homem depressivo e rude.

Publicidade

Para piorar, John levou um tiro quando duas gangues começaram a se enfrentar na rua em que ele dormia. Em outra situação, ele foi atropelado e o motorista que o atropelou fugiu sem prestar socorro. Como consequência, ele não conseguiu mais andar e passou a depender de uma cadeira de rodas.

John chegou em um nível de sofrimento que já não sentia vontade de se livrar das dores físicas ou de mudar de vida. Para John, não havia ninguém confiável e seu caso era perdido.

Publicidade

Isso até que Lolly Galvin o conheceu. Lolly é fundadora do Projeto Dignidade, que leva ajuda para moradores de rua, oferecendo cortes de cabelo, produtos de higiene e auxílio diversos, sobretudo quando se trata de saúde.

Publicidade

O primeiro contato entre John e Lolly não foi dos melhores. Ela perguntou se ele aceitava um corte de cabelos gratuito, e ele não quis. Lolly não insistiu, mas duas semanas mais tarde, John reconsiderou e pediu a Lolly pelo corte.

Publicidade

Ali começou a nascer uma amizade. Eles sempre se viam nas ruas. Lolly e sua equipe notaram que John tinha enormes feridas nas pernas e resolveram ajuda-lo. Ele não aceitou a ajuda a princípio, por não acreditar na bondade humana, mas logo Lolly foi o convencendo e ele cedeu.

John foi operado da coluna e voltou a andar sem sentir dores. Também teve suas feridas tratadas e curadas. Ele mudou o visual e voltou a acreditar nos seres humanos. Ele próprio voltou a se sentir um humano digno e merecedor de tudo o que é bom.

Em entrevista, John demonstra gratidão e não se cansa de dizer: “ela acreditou em mim”. No momento em que Lolly decidiu acreditar em John, nem mesmo ele acreditava em si e em uma mudança.

O caso acabou virando manchete em vários jornais e programas de TV. Durante entrevista, John disse: “minha mensagem é para que não perca a fé nas pessoas. Há pessoas boas”.

Já Lolly declarou que basta oferecer um tempo para quem precisa que ela pode se curar, referindo-se ao fato de que muitas vezes as pessoas que vivem nas ruas e parecem muito carrancudas, o são por terem vividos situações que lhe roubaram a fé e que só precisam de novas situações para voltarem a acreditar em dias melhores.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Guti M

Redator de entretenimento e curiosidades