in

Conhecido como ‘Diabão’, homem que amputou dedo para ter garras diz que acredita em Deus: ‘Sei quem sou’

O tatuador Michel Faro Praddo afirma que deseja ser o homem com o corpo mais modificado mundo.

UOL | Divulgação

Michel Faro Praddo, conhecido como “Diabão“, chama a atenção por onde passa. O tatuador afirma que sempre foi fã de figuras mitológicas e começou a modificar o corpo bem cedo. De acordo com o site UOL, Michel cobriu o corpo com inúmeras tatuagens, colocou presas em seus dentes, chifres na cabeça, e, recentemente, retirou um dos dedos da mãe para que membro parecesse uma garra.

Publicidade

Praddo afirmou que começou a modificar o corpo sem pretensões, mas que hoje deseja ser o homem com o corpo mais modificado do mundo. Michel revelou que seu intuito não era parecer uma figura diabólica, mas que resolveu modificar o corpo com forma de protesto ao ser hostilizado por uma religiosa.

O tatuador afirma que acredita em Deus, apesar de não seguir nenhuma religião específica. Michel trabalha como tatuador em Praia Grande, litoral de São Paulo, e diz que é comum ouvir críticas sobre o próprio corpo, mas revela que a maioria das pessoas não o critica pessoalmente.

Publicidade

Publicidade

Fui hostilizado por uma religiosa no posto e nesse dia me assumi. Tipo, podem me rotular de qualquer coisa, pois sei quem sou! Acredito em Deus e que a figura do Diabo foi criada pelo homem“, diz Praddo. O tatuador garante que não se incomoda com as críticas, e que entende que algumas pessoas realmente se assustam com sua aparência.

Publicidade

Michel garante que não pretende parar de modificar o corpo. A esposa do tatuador, Carol Praddo, também aderiu às tatuagens e às modificações corporais. Carol trabalha junto com o marido e é conhecida como “Mulher Demônia“.

Publicidade
Publicidade
Publicidade