in

Gostar de café e cerveja pode ser um sinal de personalidade sádica, psicopata e agressiva, diz estudo

A pesquisa contou com 500 voluntários e fez revelações impressionantes sobre os amantes de sabores amargos.

Galileu/Minuto Psicologia/Galileu/Montagem: Higor Mendes

As preferências por determinadas comidas ou bebidas são fatores de grande importância na análise da personalidade de um indivíduo. O sabor que uma pessoa gosta mais ou tem maior aversão diz muito sobre como ela é em seu subconsciente.

Publicidade

A preferência por sabores amargos, como a cerveja e o café, por exemplo, pode vir a indicar uma personalidade com tendência à psicopatia e diversas outras características negativas. Isso é que o diz uma pesquisa realizada por especialistas austríacos.

O estudo envolveu 500 voluntários e os submeteu a uma vasta relação de alimentos doces, azedos, salgados e amargos.

Publicidade

O objetivo era selecionar os participantes que demonstravam preferência por cada tipo de sabor e analisar suas personalidades através de dois testes. O primeiro avaliou traços negativos, como agressividade, sadismo, psicopatia e afins. O segundo teste era algo mais genérico e avaliou critérios como estabilidade emocional, níveis de extroversão e outros.

Publicidade

O resultado realmente surpreendeu. Os voluntários que apontaram maior preferência por sabores amargos obtiveram altas pontuações em quesitos negativos, como o sadismo, a psicopatia e a agressividade. Dentre os quatros sabores testados, o amargo foi o que mais demonstrou um padrão entre os seus adoradores.

Publicidade

A razão para isso, se é uma questão biológica ou psicológica, ainda não foi esclarecida pelos estudiosos, porém, o resultado é realmente impressionante, uma vez que o sabor engloba algumas das maiores paixões a nível mundial, a cerveja e o café.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.