in

Bebê faz ‘V de vitória’ em ultrassom e pai com câncer raro vê sinal divino: ‘Pedi que Deus não me levasse’

Para o pai, o ‘V’ feito pelo bebê simboliza um sinal divino de força, esperança e cura para a sua doença.

Felipe Moreira dos Santos

Geralmente, é no ultrassom que os pais, de primeira viagem ou não, recebem a notícia mais aguardada da gestação: o gênero do bebê, além, claro, de ficar por dentro de como andar a saúde da criança que está a caminho. No entanto, este caso em especial significou muito mais que confirmações e checkups rotineiros, este ultrassom representou esperança.

Publicidade

Ao ser realizada a ultrassonografia de sexto mês do primeiro filho, Felipe Moreira dos Santos, de 32 anos, teve uma bela surpresa: ao aparecer no monitor, o bebê fez um V de vitória com a mãozinha. Para o pai, morador do Guarujá, litoral paulista, o gesto da criança soou como um sinal divino, uma vez que Felipe luta contra um câncer raro no baço.

Três meses antes de concepção de seu primeiro filho, Moreira descobriu um tumor maligno de cerca de 23 centímetros no rim esquerdo e precisou passar por um procedimento cirúrgico de emergência para a remoção do órgão afetado. 

Publicidade

“Antes da cirurgia, pedi para QUE Deus que não me levasse, porque meu sonho é ser pai. Um mês depois da cirurgia, minha mulher ficou grávida e vou ser pai”, contou Felipe, em entrevista ao portal de notícias G1.

Publicidade

O rapaz veio a descobrir um novo tumor localizado no baço após a realização de exames para atestar possíveis vestígios da doença em seu organismo. Com isso, Moreira deu início ao tratamento no Hospital do Amor, em Barretos, São Paulo.

Publicidade

Felipe revelou também que seu maior desejo em relação à gravidez era de que seu bebê fosse um menino. Inicialmente, foi informado pelos profissionais que acompanham o pré-natal de que se tratava de uma menina, todavia, o coração dos pais dizia o contrário, o que fez com que os mesmos solicitassem novo exame, que veio a satisfazer a vontade de Felipe.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.