in

Filhotes de cachorro são encontrados dentro de travesseiro costurado; coletores os salvaram

Cãezinhos foram encontrados dentro de um travesseiro e salvos pelos coletores.

Arquivo pessoal Daniele Eugenio

Até onde vai a maldade de um ser humano? Uma história que aconteceu na cidade de São Vicente, litoral de São Paulo, está repercutindo nas redes sociais e causando comoção e raiva. Quatro filhotes de cachorro recém-nascidos foram encontrados no lixo.

Publicidade

Os coletores passavam por uma rua da cidade por volta das 7h30 desta quinta-feira (25) para recolher o lixo quando se depararam com os cães que estavam dentro de um travesseiro costurado. Se os coletores não tivessem percebido o choro dos cães, eles teriam sido jogados dentro do caminhão e morreriam.

Ao G1, um dos coletores, identificado como Douglas Carvalho Pereira, de 25 anos, contou detalhes. “A gente pegou o travesseiro, e eu ouvi um chorinho e algo se mexendo. Abrimos e encontramos um filhote, e foram aparecendo os outros depois”, afirmou.

Publicidade

Segundo ele, os filhotes estavam com cordão umbilical porque tinham acabado de nascer. A orelhinha e os olhos estavam fechados. Outro coletor, Emanuel Santos de Souza, de 31 anos, ficou indignado com a situação e afirmou que a pessoa deveria ter levado os animais para adoção ao invés de tentar matá-los.

Publicidade

Moradora da rua, Daniele Eugenio ficou com os quatro filhotes e procurou ajuda de veterinário para alimentá-los. Neste período, os cãezinhos precisam ser bem aquecidos e alimentá-los com leite a cada duas horas. Dois deles já foram doados. Ela não poderá ficar com nenhum deles porque a casa onde mora não tem quintal. Nas redes sociais, muitos internautas se manifestaram e lamentaram o ocorrido. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!