in

Fazendeiro vive pior pesadelo após cupins comerem todo o dinheiro guardado durante a vida

O desespero do homem foi tão grande que ele não aguentou e teria chegado a desmaiar.

Reprodução

Certamente, você já deve ter escutado que antigamente era algo muito comum as pessoas guardarem dinheiro em casa. Inclusive, era um costume de muita gente deixar as economias debaixo do colchão, pois não havia o hábito de guardar dinheiro em uma conta bancária, como a maior parte faz hoje em dia.

Publicidade

Apesar dos tempos modernos e com tantas possibilidades de poder fazer o dinheiro render, tem gente que ainda usa desse tipo de artifício para poder juntar valores com o objetivo de adquirir algum bem. No entanto, vale frisar que não é a melhor forma de se guardar dinheiro, pois além de não ter nenhum tipo de rendimento, o indivíduo corre sérios problemas caso as notas não estejam em um local apropriado.

E foi justamente isso que ocorreu com um homem que levou anos para poder juntar os valores, porém acabou se dando muito mal. O objetivo dele era poder juntar uma quantia para conseguir construir uma casa. No entanto, a grande tristeza acabou vindo à tona quando resolveu pegar o dinheiro para fazer um investimento na criação de porcos.

Publicidade

De acordo com a informação que foi divulgada na mídia, ele chegou a desmaiar depois de entrar em desespero quando percebeu o que tinha ocorrido com todo o dinheiro que juntou ao longo do tempo. O dinheiro guardado pelo homem era cerca de meio milhão de rúpias, o valor equivale a aproximadamente 37 mil reais.

Publicidade

O fazendeiro de 37 anos viveu o seu maior pesadelo quando descobriu que cupins detonaram com as economias que fez a vida toda. O dinheiro ficou inutilizável depois de ter ficado por muitos anos guardado em um baú. Após ter sido questionado por guardar o dinheiro em uma caixa de madeira, ele disse que nenhum dos familiares possuía conta bancária.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.