in

Berotec gotas: você vai se surpreender ao descobrir motivo da ‘proibição’

A medicação já era uma das mais polêmicas no país, muito por conta de boatos.

Montagem: Dra Fernada Naka Pediatra

Por muitos anos, o Berotec, medicação em gotas, que era diluída junto ao soro fisiológico e inalada, foi uma das mais usadas (e temidas) por brasileiros para conter crises respiratórios.

Publicidade

A medicação trazia alívio imediato, porém tinha muitos grupos de risco. A própria fama do remédio não era das melhores, você lembra? Bastava dizer que iria fazer uma nebulização com Berotec, ainda que fosse por indicação médica, que os ‘amigos especialistas’ já recomendavam o cuidado, relembre os usos do remédio e seus riscos assistindo ao vídeo abaixo.

O princípio ativo do Berotec era o bromidrato de fenoterol, seu uso, entre outros efeitos, causava a aceleração de batimentos cardíacos, mas trazia alívio praticamente imediato para quem estava com dificuldades de respirar, o Berotec praticamente limpava o pulmão em minutos.

Publicidade

Berotec não foi ‘proibido’, mas descontinuado

Muitos acreditam que o remédio foi proibido pela Anvisa e que isso se daria justamente pelos efeitos colaterais do uso da medicação, entretanto, isso não é verdade.

Publicidade

Foi a própria fabricante da marca, o laboratório Boehringer Ingelheim do Brasil foi quem pediu a descontinuação da venda da medicação no país e, segundo a própria empresa, a alegação do pedido foi motivada por razões comerciais.

Publicidade

Vale ressaltar que a formulação do Berotec em aerosol continua sendo disponibilizada para vendas, apenas sua versão em gotas foi paralisada. Outro ponto a se considerar é que existem medicações genéricas com a mesma finalidade e o mesmo princípio ativo do remédio famoso.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Evandro

O mundo do entretenimento é a minha vida.