in

Corpo de mulher casada é desenterrado para ela se casar com outro homem

O caso, apesar de ser um costume milenar, ainda chama muita atenção pelo mundo.

IG

O povo chinês tem tradições que vem seguindo há milhares de anos. Parte delas costumam ser hábitos bastante incomuns para o resto do mundo. Um desses costumes é o de realizar casamento entre pessoas que já morreram.

Publicidade

O hábito de unir em falecidos em matrimônio vem sendo seguido há milhares de anos. Os chineses acreditam que quando dois corpos se casam, ele se unem também no plano celestial para que não fiquem solteiros por lá.

E foi exatamente por isso que duas famílias chinesas resolveram casar seus entes queridos. Uma delas removeu o corpo da filha, que havia sido enterrada em 2008. Ela havia cometido suicídio após uma discussão com o então marido.

Publicidade

Kang Cuicui, como era chamada a mulher, teve seu corpo velado em um grande funeral, que custou a sua família o equivalente a cerca de R$78.000. Agora ela foi vendida por cerca de R$ 57.000 para se casar com outro chinês.

Publicidade

O caso aconteceu na província de Hebei, que fica localizada no norte da China. O costume é chamado pelos nativos de Yin Hun, ou casamentos fantasmas e tem realizado matrimônios de milhares de cadáveres ao longo dos anos. Os chineses acreditam que o ato, além de garantir que os noivos não fiquem sozinhos no que acreditam ser um segundo plano espiritual, também trará boa sorte para as gerações futuras.

Publicidade

Quando o ex-marido de Kang foi visitá-la no cemitério, se deparou com o túmulo vazio. Ele chamou a polícia para investigar o caso e foi descoberta a venda do cadáver para uma família cujo filho havia falecido em um acidente de carro.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral. Pode entrar em contato comigo por meio do Instagram @paolla.evellyn