in

Idosa muito pobre ganha comida e bolo de aniversário e chora de emoção: ‘Obrigado, meu Deus’

A idosa ficou muito emocionada ao receber o presente, pois nem tinha o que comer na casa em que vive com a família.

Instagram @manuelconecta

Alguns gestos valem mais que qualquer quantia em dinheiro, e esta frase está longe de ser parte de um discurso clichê. Vozinha Chacín, como é conhecida no bairro, tem passado por sérias dificuldades financeiras há algum tempo. Ela vive em Valle Frio, Maracaibo, na Venezuela, e sua situação piorou após o início da pandemia.

Publicidade

Chacín vive com um filho, que sofre de esquizofrenia, uma filha e quatro netos. Todos estão desempregados e vivem de uma pensão. O filho precisa de medicamentos para que se mantenha controlado e não tenha crises de sua doença mental, mas com o pouco dinheiro e maior escassez decorrente da pandemia, ele está sem seus remédios.

Uma carta foi escrita para o influenciador digital Manuel Alejandro Nuñez, que decidiu ajudar Chacín e toda sua família. Manuel foi informado que a idosa completaria 69 anos no sábado seguinte ao pedido de ajuda. Manuel então se juntou com a namorada, os amigos e a irmã mais nova, e comprou um bolo de aniversário.

Publicidade

Ao chegar no portão da casa de dona Chacín, Manuel disse que trouxe um presente de Deus, e entregou o bolo nas mãos da idosa, que abriu um sorriso e depois se emocionou. Depois o influenciador digital disse que tudo o que estava no porta-malas de seu carro também era um presente de Deus enviado para ela e sua família.

Publicidade

Chacín levantou o porta-malas e se deparou com carne, legumes, frutas e vários outros mantimentos que ela precisava. A idosa disse “obrigado, Deus” e começou a chorar. O vídeo da ação social logo viralizou.

Publicidade

Dona Chacín contou que muitas vezes ela e a família vão dormir com fome. Contou que no dia em que foi presenteada, ela e a família comeriam apenas macarrão, sem molho, pois era tudo o que tinham, e que antes disso comeram arroz puro. Segundo a idosa, eles comem o que conseguem, o que não é muito.

A iniciativa certamente não mudou a condição financeira da família para sempre ou transformou o mundo, mas com certeza, naquele dia, o mundo de dona Chacín ficou muito mais colorido e cheio de esperança por dias melhores.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Guti M

Redator de entretenimento e curiosidades