in

Aliens? Objetos desconhecidos são filmados da Estação Espacial Internacional

Cinco estruturas brilhantes, filmadas por cosmonauta russo a partir do espaço, intrigam cientistas.

Ivan Vagner / Roscosmos via Twitter

Em 19 de agosto, o cosmonauta russo Ivan Vagner, filmava auroras boreais a partir da Estação Espacial Internacional (ISS, sigla em inglês), quando foi surpreendido pelo surgimento de cinco objetos luminosos de procedência desconhecida.

Publicidade

Apelidado de ‘convidados espaciais’, pelo russo, que admite desconhecer a origem das brilhantes estruturas, tidas como naves alienígenas pelos entusiastas da ufologia, os objetos têm sua procedência especulada como sendo satélites Starlink, da empresa Space X.

De acordo com o site especializado em astronomia, Space, eles foram lançados ao espaço um dia antes da gravação, em 18 de agosto. Contudo, a Space X ainda não confirmou se as estruturas pertencem a ela. Veja o vídeo.

Publicidade

Cosmonauta admite estranhar os objetos

Intrigado com as aparições, Ivan Vagner revela surpresa com o fenômeno. Sem entender o que viu, admite assombro com a ocorrência. Até mesmo a possibilidade de naves alienígenas é cogitada por ele.

Publicidade

“5 objetos aparecem voando lado a lado com a mesma distância. O que você acha que são? Meteoros, satélites ou …?”, escreve no Twitter. Confira o vídeo original.

Publicidade

Agência espacial russa investiga episódio

Ao contrário dos norte-americanos, que evitam admitir a presença de óvnis no espaço, a agência de notícias da Rússia TASS, que pertence ao governo russo, além de estampar que o cosmonauta filmou objetos voadores não identificados a partir da ISS, acrescenta que as estruturas são estudadas pela agência espacial do país, a Roscosmos.

“As imagens de cinco objetos não identificados voando sobre o hemisfério sul capturados por um cosmonauta russo na Estação Espacial Internacional (ISS) foram enviadas a especialistas para análise”, diz o porta-voz da Roscosmos Vladimir Ustimenko.

Entretanto, Ustimenko é cauteloso em afirmar a origem das naves. Em declaração à TASS, enfatiza que um anúncio oficial a respeito do assunto será dado somente quando os cientistas da agência espacial russa e do Instituto de Pesquisa Espacial da Academia Russa de Ciências, validar a procedência dos objetos.

Por enquanto, todas as hipóteses são possíveis.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Artur Zingano Jr.

Formado em Jornalismo pela Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul), em 2008. Trabalhou como editor-chefe e repórter em jornais diários e como redator em portais de notícias online. Especialista em assuntos curiosos e bizarros, porém verídicos. Gosta de esquisitices? então vem comigo!