in

EUA continuam a investigar ovnis, afirma New York Times

Programa secreto permanece ativo; Senadores pedem a liberação de informações sobre os estudos.

Department of Defense, via Agence France-Presse — Getty Images

De acordo com reportagem divulgada no New York Times, na última quinta-feira (23), os objetos voadores não identificados (OVNIS), avaliados pelos ufólogos como sendo de origem extraterrestre, continuam a ser pesquisados pelas autoridades do país.

Publicidade

Embora o Pentágono tenha declarado o fim do programa há alguns anos, os jornalistas Ralph Blumentahl e Leslie Kean foram informados que as pesquisas ainda estão ativas.

Atualmente, o Gabinete de Inteligência Naval é o responsável pelo andamento do projeto secreto, que avalia o encontro entre pilotos militares e os ovnis, batizados de veículos aéreos não identificados. Veja a seguir gravações reais feitas pelos militares.

Publicidade

Apesar de os oficiais do Pentágono manterem silêncio sobre o fenômeno e a maneira como ele é estudado, em junho passado o assunto veio à tona após um relatório do Comitê de Inteligência do Senado.

Publicidade

O comitê ressalta que o programa chamado Força-Tarefa de Fenômeno Aéreo Não Identificado deveria tornar públicas algumas descobertas sobre ovnis em até 180 dias após a aprovação de autorização do serviço de inteligência.

Publicidade

Medo dos terráqueos

Ainda que o temor de uma hipotética invasão alienígena faça parte da imaginação dos entusiastas da ufologia, o verdadeiro medo das autoridades é que alguma nação considerada rival, como a China ou a Rússia, tenha desenvolvido esse tipo de tecnologia.

Segundo o senador aposentado Harry Reid (democratas), que mantém relações com o comitê do Senado, o principal objetivo é descobrir se alguma nação adversária está por trás dessas aeronaves não identificadas e tecnologicamente superiores às norte-americanas.

Recentemente, o senador republicano Marco Rubio, presidente interino do Comitê de Inteligência do Senado, em entrevista à CBS, demonstrou preocupação com o fato desses objetos não identificados sobrevoarem facilmente as bases militares dos Estados Unidos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Artur Zingano Jr.

Formado em Jornalismo pela Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul), em 2008. Trabalhou como editor-chefe e repórter em jornais diários e como redator em portais de notícias online. Especialista em assuntos curiosos e bizarros, porém verídicos. Gosta de esquisitices? então vem comigo!