in

Jornal Nacional dá a notícia mais triste da semana; é de chorar

Notícia foi dada pela jornalista Renata Vasconcellos, durante JN desta terça-feira (22).

Reprodução Globo

O Jornal Nacional é o principal telejornal da TV brasileira. Apresentado por William Bonner e Renata Vasconcellos, o JN costuma registrar alta audiência. Nesta terça-feira (23), o Jornal Nacional deu a notícia mais triste da semana e que causa grande preocupação em todos os brasileiros.

Publicidade

A notícia foi sobre a pandemia causada pelo novo coronavírus. Renata atualizou os números coletados pelo consórcio formado por diversos veículos de comunicação (G1, Extra, O Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo, O Globo) junto a secretarias estaduais de saúde.

Os números da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, são preocupantes. “O número total de vítimas da Covid-19 no Beasil subiu para 52.771 pessoas. Em 24 horas foram confirmados 1.364 óbitos. É o segundo maior aumento diário desde o início da pandemia”, afirmou a apresentadora do JN.
Sem dúvida, uma das notícias mais tristes dos últimos dias.

Publicidade

Ao fundo, apareciam fotos de pessoas que morreram em decorrência da Covid-19. Renata prosseguiu informando que o número total de casos chegou a marca de 1,15 milhão. Nas últimas 24 horas foram registrados 40.131 casos. O Brasil ainda não atingiu o pico da pandemia.

Publicidade

O país é o segundo do mundo em número de casos e de mortes em decorrência da Covid-19. Apenas os Estados Unidos, que já registrou mais de 100 mil mortes e 2,3 milhões de casos, está à frente do Brasil. No mundo, morreram 478.221 pessoas. O número de casos chegou a 9,2 milhões. Estes dados são publicados pela Universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!