in

De Bonner sem camisa a champanhe: como o público quer Jornal Nacional sobre prisão de Queiroz

O Jornal Nacional tem sido um prato cheio para os críticos de Jair Bolsonaro (sem partido).

Globo

O Jornal Nacional é um dos principais telejornais do país e está sendo bastante aguardado nesta quinta-feira, 18 de junho. Tudo porque hoje ocorreu a prisão de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro. Desde cedo, a Globo mostrou flashes ao vivo mostrando como foi a prisão do ex-assessor. 

Publicidade

No entanto, existe uma expectativa sobre como será o Jornal Nacional de logo mais. No Twitter, por exemplo, o nome de William Bonner ficou entre os assuntos mais comentados. Alguns especularam que William poderiam até apresentar o telejornal sem camisa. Outros já conjecturaram uma edição em que o comunicador poderia ter uma ação radical. 

“Hoje o Bonner vai chegar na bancada do JN pilotando uma Harley Davidson”, disse um dos internautas ao falar sobre o assunto. 

Publicidade

Outros acham que os apresentadores do principal do telejornal deveriam abrir uma garrafa de champanhe. Até música no ritmo do funk chegou a ser alvo de piadas na internet. “Bonner abrindo o Jornal Nacional dizendo que Queiroz foi preso em Atibaia e que Jair não falou no cercadinho com apoiadores de cloroquina. Grande dia!”, disse um dos internautas, que divulgou um vídeo rebolando.

Publicidade

Gosta de música? Ouça clássicos das décadas de 70, 80 e 90 agora mesmo | CLIQUE AQUI

Publicidade

O ex-assessor de Flávio Bolsonaro foi preso na casa de um advogado do Senador e do pai. Curiosamente, o mesmo advogado chegou a dizer em entrevistas que não sabia qual era paradeiro de Fabrício Queiroz. Além do ex-assessor, a justiça também emitiu ordem de prisão para a esposa de Fabrício, que é considerada foragida da justiça. 

Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.