in

Imagens de câmera de segurança flagram homem cobrindo mulher sem-teto para protegê-la do frio

O vigilante e mototaxista Ednei Motta da Silva foi flagrado pelas câmeras da loja no momento.

G1

Nos últimos meses, o mundo foi assolado por péssimas notícias. O coronavírus, por exemplo, matou centenas de milhares de pessoas em todo o planeta. Além disso, infectou outras milhões de pessoas. Câmeras de segurança de uma loja no Rio de Janeiro, no entanto, mostraram uma cena comovente. Um mototaxista aparece saindo de sua moto.

Publicidade

A cena acontece ao lado de um carro da PM carioca. Muita gente pode imaginar que o homem poderia cometer algum ato criminal, quando na verdade ele estava prestes a fazer apenas um gesto de solidariedade. Identificado como Ednei Motta, o homem das imagens trabalha em duas profissões para conseguir sobreviver. Ele é vigilante e mototaxista. 

Morador do bairro onde as imagens foram flagradas, o homem passa com a moto e vê que há uma mulher deitada na calçada. Ele, então, decide retornar e, com muito cuidado, ajuda a senhora, que não teve o nome nem idade identificados. 

Publicidade

O homem cobre a mulher com uma espécie de lençol, tudo para protegê-la do frio. Ednei ainda tem o cuidado de dobrar a peça de roupa, afim de que ela esquentasse ainda mais a mulher. Ele também pensou na fome dela e, em uma sacola, colocou pães e até uma caixa de chocolate. 

Publicidade

Veja abaixo o vídeo que mostra a bela atitude do motoqueiro, que acabou viralizando em todo o país, demonstrando que o ser humano pode ser muito bom.

Publicidade

O mototaxista flagrado nas imagens falou sobre as cenas com a TV Globo. “Os meus pais, graças a Deus, eles têm uma casa, eles têm um teto. É uma cena muito triste e as pessoas dizem que é preciso ter pessoas assim como o Ednei. Eu discordo. Não tinha que ter é aquela situação, aquilo ali é que não tinha que ter”, disse o homem.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.