in

Renda Brasil: o que se sabe até agora sobre o benefício que o governo federal deve criar

Renda Brasil deve substituir o Bolsa Família e acabar com abono salarial e seguro-defeso.

Agência Brasil

O governo federal deve criar um novo benefício a ser pago à população mais vulnerável financeiramente chamado Renda Brasil. Os detalhes do novo auxílio não foram revelados com clareza, mas o ministro da Economia Paulo Guedes confirmou que ele será criado e deve ajudar milhões de brasileiros.

Publicidade

A primeira coisa que se deve saber é que esse benefício deve substituir o Bolsa Família. Atualmente, mais de 13 milhões recebem o auxílio, de acordo com informações da Caixa Econômica Federal. O nome Bolsa Família é muito atrelado às gestões petistas. Este programa foi criado em 2003, primeiro ano do governo Lula, e unificou programas como Auxílio-Gás, Bolsa Alimentação e Bolsa Escola, criados por Fernando Henrique Cardoso.

O governo de Jair Bolsonaro indiciou que o Renda Brasil pode incluir os beneficiários do Bolsa Família e incluir pessoas que hoje não recebem este benefício. O valor do Renda Brasil não foi divulgado. O Bolsa Família paga, em média R$ 200 aos beneficiários.

Publicidade

Benefícios vistos como ineficientes podem deixar de existir, casos do abono salarial, cujo valor é pago anualmente aos trabalhadores de carteira assinada que recebem até dois salários mínimos. O secretário do Tesouro, Mansueto Almeida, afirmou que o abono salarial poderia ser usado como complemento ao Bolsa Família.

Publicidade

Outros programas que podem deixar de existir é o farmácia popular e o seguro-defeso, pago a pescadores no período em que a pesca é proibida. Em breve, mais detalhes devem ser divulgados. Paulo Guedes está à frente do projeto.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!