in

Procurador deixa escapar ‘pum’ e acaba com sessão no Tribunal de Justiça: ‘me descuidei’

Após a gafe cometida, o procurador pediu desculpas aos que estavam presentes e disse que se descuidou com o microfone ligado.

Divulgação / Catraca Livre

Diante da pandemia provocada pelo novo coronavírus, não foi só o setor artístico que acabou aderindo às lives, promovendo verdadeiros shows ao vivo, grande parte do poder Judiciário também adotou medidas semelhantes, com a realização de videoconferências, garantindo assim, maior eficácia em relação às medidas de isolamento social.

Publicidade

Recentemente, a neta do ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF), teve uma pequena e inusitada participação na sessão realizada pelos ministros. A garotinha apareceu na live procurando pelo seu avô, a quem se referia carinhosamente como vovô.

Nesta quinta-feira (04), outra situação envolvendo uma videoconferência do Poder Judiciário repercutiu na web. Durante uma sessão do Tribunal de Justiça do Mato Grosso (TJMT), enquanto o advogado Bruno Boaventura estava com a palavra, um dos procuradores presentes na reunião, Paulo Prado, acabou esquecendo que estava com o microfone ligado e soltou dois peidos seguidos.

Publicidade

A situação inusitada pode ser vista no vídeo abaixo. O barulho da flatulência foi facilmente percebido não só pelos internautas, mas por todos que estavam presentes na sessão do tribunal de justiça.

Publicidade

Gosta de música? Ouça clássicos das décadas de 70, 80 e 90 agora mesmo | CLIQUE AQUI

Publicidade

Na filmagem, é possível notar a pausa na fala do advogado quando ele escuta o barulho inusitado da flatulência. Após isso, ele anuncia que está encerrando seu discurso.

Publicidade

De acordo com informações do site Catraca Livre, o procurador responsável pela gafe pediu desculpas pelo ocorrido e destacou: “Teve dois momentos que eu me descuidei com o microfone. Se, por acaso, eu fui deselegante ou causei mal estar, queiram me perdoar, por favor”.

Publicidade