in

William Bonner diz o que os brasileiros não queriam ouvir ao vivo no Jornal Nacional

Jornalista informou dados atualizados sobre o desemprego em todo o Brasil.

Divulgação Globo

A pandemia causada pelo novo coronavírus fez com que estados e cidades brasileiras adotassem estratégias de isolamento social. Shopping, bares, centros comerciais e escritórios foram fechados como forma de evitar a propagação do novo coronavírus. Diante disso, empresas fecharam as portas e os resultados de desemprego começam a aparecer.

Publicidade

Nesta terça-feira (9), o jornalista William Bonner divulgou dados do desemprego no país ao vivo no Jornal Nacional, exibido pela Globo. Os números são preocupantes e foram informados pela Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia, portanto, são dados oficiais do governo.

Em meio, 960.258 pessoas deram entrada no seguro-desemprego. Este seguro é pago aos funcionários que foram demitidos sem justa-causa. A marca próxima de 1 milhão é muito alta. O crescimento em relação a maio do ano passado foi de 53%.

Publicidade

Desde a segunda quinzena de março, 1,94 milhão de pedidos de seguro-desemprego foram feitos em todo o Brasil. O número elevado dá uma dimensão de como ficará a situação do país após a pandemia. Muitas pessoas perderam o emprego e a economia de todo o mundo deve ser afetada de alguma forma.

Publicidade

Em algumas cidades, já houve reabertura gradual do comércio. Em São Paulo, maior cidade do país, shoppings serão reabertos na quinta-feira (11), véspera do Dia dos Namorados, uma data em que as vendas costumam ser alta. Mas haverá regras para a abertura, como horário de atendimento e quantidade de pessoas que poderão acessar os estabelecimentos comerciais.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!