in

Jair Bolsonaro desconfia do alto número de mortes por Covid-19 no Brasil

Presidente conversou com apoiadores na manhã desta quarta-feira (3) em frente ao Alvorada.

Flickr Alan Santos

Em atitude muito comum, o presidente Jair Bolsonaro conversou com apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada, em Brasília, na manhã desta quarta-feira (3). O presidente da República não usava máscara e colocou em xeque o número de mortes por Covid-19 – doença causada pelo novo coronavírus – no Brasil.

Publicidade

Um apoiador de Bolsonaro afirmou que perdeu a mãe por outros problemas de saúde e que estes teriam sido ignorados no atestado de óbito. “Isso é o que está acontecendo geral, qualquer negócio é Covid-19”, comentou o presidente, colocando em dúvida o número de mortes causados pelo coronavírus.

Na terça-feira, dia anterior à fala do presidente, o Brasil ultrapassou a marca de 31 mil mortes por Covid-19. No total, o país já registrou 31.199 óbitos e ocupa o quarto lugar no ranking de mortes pela doença, atrás apenas dos Estados Unidos (106.696), Reino Unido (39.811) e Itália (33.601).

Publicidade

Em números de casos, o Brasil, com 555.383, perde apenas para os Estados Unidos, que registrou 1.841.629 infectados. No Brasil, Jair Bolsonaro tem acumulado falas controversas e polêmicas sobre o coronavírus.

Publicidade

Na conversa com os apoiadores, o presidente também pediu que as pessoas cobrem governadores e prefeitos. Bolsonaro é um defensor ferrenho da abertura do comércio e da volta à rotina normal, mesmo em meio ao aumento do número de mortes. O Brasil chegou a registrar mais de mil óbitos em alguns dos últimos dias.

Publicidade

Ainda nesta quarta, o presidente criticou o Partido dos Trabalhadores (PT), que entrou com ação para derrubar o uso da hidroxicloroquina no tratamento aos infectados com coronavírus. “A questão é política”, disse Bolsonaro, que defende o uso da cloroquina. Bolsonaro também afirmou que pobres estão ficando miseráveis e a classe média está ficando pobre.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!