in

Coronavírus: Brasil pode registrar 125 mil mortes no começo de agosto, diz estudo

São Paulo e Rio de Janeiro seriam os estados com mais mortes em todo o país.

Euzivaldo Queiroz

A pandemia causada pelo novo coronavírus tem feito vítimas em todo o Brasil. Até esta terça-feira (26), o país registrava mais de 23 mil mortes em decorrência da Covid-19, doença causada pelo vírus que se disseminou por meio da China e chegou a praticamente todos os países do mundo. Nos últimos dois dias, o Brasil foi o país que mais registrou mortes.

Publicidade

Estudo realizado pela Universidade de Washington, nos Estados Unidos, preocupa os brasileiros. De acordo com a previsão do Instituto para Métricas de Saúde em Avaliação (IHME, na sigla em inglês), o país deve passar de 125 mil mortes no começo de agosto. O crescimento expressivo do números de casos e de óbitos realmente preocupa.

“O Brasil deve seguir o exemplo de Wuhan, na China, e o da Itália, Espanha e Nova York e impor ordens e medidas para tomar controle de uma epidemia que está crescendo rapidamente, e reduzir a transmissão do coronavírus”, afirmou o diretor do IHME, Christopher J. L. Murray.

Publicidade

Ainda de acordo com o levantamento, se o Brasil não adotar medidas de controle à pandemia, o número de mortes deve crescer até o meio de julho. Murray afirmou que, caso isso ocorra, haverá falta de infraestrutura hospitalar para atender a todos.

Publicidade

A projeção aponta que o estado de São Paulo registraria 32.043 mortes até o dia 4 de agosto. Apesar de o número ser elevado, é menor do que os 36.811 casos da projeção anterior. No Rio de Janeiro, a projeção é de 25.755 mortes. O Ceará aparece na terceira posição, com 15.154 casos. Logo em seguida, Pernambuco teria 13.946 óbitos.

Publicidade

A projeção do IHME considera regras de distanciamento social, capacidade de testes e mobilidade das pessoas. De acordo com mudanças nestes itens, a projeção é alterada. Por exemplo, se um estado impõe regras mais rigorosas de distanciamento social, a projeção capta isso e o número de óbitos pode cair.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!